Visite o site da P&S Visite o site do Radar Industrial Visite o site da Banas Ir para página inicial RSS

0

eskoA Esko, marca global no fornecimento de soluções integradas para as indústrias de embalagem, rótulos, sinalização e displays, lançou a Kongsberg C66, uma mesa de corte digital projetada para pequenas tiragens em aplicações de corrugado. Construída a partir da longa experiência da Esko com a Kongsberg e com as soluções em software, a Kongsberg C66 é a maior mesa de corte digital do mercado para esta aplicação. Ela foi desenvolvida com base em uma demanda do mercado dentro do programa de robótica Kongsberg. A combinação de tamanho, velocidade e precisão para materiais rígidos como corrugado, há torna uma alternativa flexível e eficiente para os equipamentos diecutting convencionais para pequenas tiragens de embalagens e displays de PDV (ponto de venda).

Ùnica no mercado, a Kongsberg C66 pode trabalhar com até 10 m/minuto. Ela trabalha tanto com produção multi-zone manual de chapas de 2,2 m X 3,2 m (87 in X 126 in) ou produção single-zone de chapas corrugadas de 2,5 m X 4,8 m (98 in X 189 in). Isto a torna especialmente indicada para a produção de embalagens de proteção, embalagens corrugadas de parede dupla ou tripla e displays para PDV. Também é capaz de processar outros materiais de embalagem de proteção, incluindo espumas de proteção.

Produção multi-zone

A área de trabalho da Kongsberg C66 de 3,210 mm X 4.800 mm (L X A) opera tanto com grandes formatos como produção multi-zone. O Transverso de carbono é extremamente rígido, garantindo alta velocidade, rápida aceleração e alta qualidade com mínima deflexão.  Ele também tem um desempenho 40% superior ao dos outros sistemas de acabamento XY com 3 metros de largura e permite que a máquina trabalhe com a velocidade máxima de produção em materiais mais largos, sem perder a precisão. As mesas Kongsberg mais largas podem ser programadas para produção multi-zone, que maximiza a eficiência da produção, garantindo um processamento ininterrupto do material. Enquanto uma área da mesa está em ação, um operador pode programar a outra área retirando a peça pronta e carregando a nova chapa. Enquanto o operador trabalha e prepara uma área, a máquina trabalha na outra área, com base em uma troca automática de área com um simples movimento de mão do operador.

Total funcionalidade

O Painel de Produção i-cut (iPC) garante a funcionalidade da mesa e inclui capacidades como controle da câmera, set up da máquina, reconhecimento da ferramenta, calibração e ajuste da ferramenta. Projetado para guiar e ajudar o operador, ele incorpora algumas características lógicas, incluindo uma interface gráfica baseada em ícones com alertas e atualizações baseadas em cor. Combinado com o Device Manager, ele permite acompanhar a produção à distância. Os operadores podem preparar um trabalho enquanto produzem outro, aumentando ainda mais a eficiência. O Painel de Produção i-cut também permite estimar o tempo de corte, baseado nas características do trabalho, para uma programação mais eficiente. Também há uma grande variedade de ferramentas opcionais disponíveis. Elas podem ser rapidamente instaladas e preparadas para cortar e dar acabamento em trabalhos específicos, com garantia de alta qualidade e entrega rápida.

“A Kongsberg C66 foi projetada para atender à demanda do mercado por soluções de grandes formatos em materiais rígidos”, explica Tom Naess, gerente de produto Senior da Esko. “Ela alavanca a produtividade e, quando combinada com robôs, garante uma produção sem parada. Isto garante a produção rápida de embalagens pesadas e pequenas tiragens sem comprometer a qualidade. Com o uso da Kongsberg C66 em pequenas tiragens, elimina-se o tempo e custo associados às soluções de corte convencionais.”

Cartonéo investe no primeiro sistema

A primeira Kongsberg C66 foi instalada na especialista francesa de impressão e embalagem Cartonéo. O grupo com 100 anos de atividades atende a diversos mercados e setores incluindo alimentos, automotivo, cosméticos, vinhos e destilados, editorial e farmacêutico.

Edmond Perrier, CEO da Cartonéo, comenta: “O investimento veio após investirmos em uma impressora digital, justamente para trabalhar com grandes formatos de embalagem e displays de diversas larguras. O sistema já nos ajudou a fechar vários contratos importantes. Com os dois equipamentos estamos muito ocupados e competitivos no mercado de baixas tiragens de materiais display.”

A Kongsberg C66 está disponível por meio dos distribuidores Esko.

 

 

TAGS: , , , ,

Deixe seu comentário

0

eskoEm seu estande na Labelexpo Europe 2017, a Esko anunciou o lançamento oficial de duas soluções simplificadas, o Automation Engine QuickStart e o WebCenter QuickStart, ambos para rótulos. As soluções ajudarão os convertedores de rótulos a melhorar sua produtividade e lucratividade. Estas soluções pré-configuradas e fáceis de usar vão de encontro a vários desafios enfrentados por este setor e que atrapalham o fluxo de trabalho e causam ineficiências na produção dos rótulos.

“Frente aos desafios enfrentados pelos impressores de rótulos, a ideia de simplificar o processo de produção ganhou total atenção da Esko. De fato, trabalhamos com foco total na simplificação da cadeia de embalagem (dentro do conceito Packaging Simplified)”, afirma Udo Panenka, Presidente da Esko. “Recentemente a Esko anunciou que oferecerá cada vez mais soluções-chave, mais rápidas e fáceis de serem aplicadas e ajustadas. Acreditamos que temos excelentes produtos, com investimentos atrativos, para oferecer para os convertedores de etiquetas iniciarem rapidamente o processo de automação de trabalho e de gerenciamento de projetos. Estamos falando de sistemas totalmente amigáveis e completos, que podem ser expandidos de acordo com a necessidade do fluxo de trabalho, sem qualquer dificuldade, sempre que necessário.”

Hoje os brand owners precisam que seus produtos sejam rapidamente identificados pelos consumidores, inclusive em experiências do tipo “me-experience” (experiência própria) a partir de produtos exclusivos. Isto tem levado à diversificação dos produtos, com a customização em massa e os designs mudando constantemente; há casos de personalizações de item a item para um determinado consumidor. Isto resulta em mais trabalhos, de menores quantidades, com ciclos de tempo menores. É preciso lembrar ainda que o volume de rótulos produzidos tem se mantido estável mesmo entre as marcas globais. Além disso, a qualidade, especialmente em relação à reprodução das cores, é um item não negociável. As marcas também buscam a redução de custos.

Para participar deste novo cenário, os convertedores lidam com a produção de mais itens, em pequenas quantidades, e em tempo mais reduzido. Isto justifica a adoção da tecnologia de impressão digital. Estima-se que cerca de 12% de todos os rótulos premium já sejam impressos digitalmente. Neste contexto, a Esko lançou o fluxo de trabalho QuickStart, uma série de ferramentas poderosas, pré-configuradas, para atender às necessidades de aplicações específicas. A grande vantagem é a fácil implementação e utilização; as ferramentas baseiam-se nas boas práticas adotadas por diversos convertedores de rótulos em todo o mundo nos últimos anos.

Durante a Labelexpo Europe, no final de setembro em Bruxelas (Bélgica), a Esko apresentou duas destas ferramentas pré configuradas para a conversão de rótulos:

·         O WebCenter QuickStart para rótulos, uma ferramenta para gerenciamento de projetos que reúne todos os elos da cadeia produtiva de rótulos.

·         O Automation Engine QuickStart para rótulos, uma ferramenta para gerenciamento de tarefas associadas aos fluxos de trabalho de pré-impressão.

WebCenter QuickStart para rótulos

A automação do processo de produção de etiquetas e rótulos economiza tempo e descarta o risco de erros. O WebCenter QuickStart para rótulos é uma solução “fora da caixa”, baseada em um software que fica na nuvem (SaaS) ou em fluxos de processos pré-configurados de acordo com premissas pré estabelecidas. São criadas ferramentas de revisão e aprovação de trabalho, em 2D e em 3D. O software gerencia um database de rercursos digitais centralizados que permite a busca e reordenação dos rótulos existentes. O sistema traz ainda um dashboard e relatório operacional. Uma vez instalado, o WebCenter QuickStart para rótulos leva a um processo sem papeis, que facilita tanto os convertedores como seus clientes a saberem exatamente em que estágio está o trabalho dentro do processo.

Automation Engine QuickSTart para rótulos

O sistema oferece as tarefas mais essenciais de pré-impressão de rótulos, incluindo preflight , adição e verificação de códigos de barras e de conteúdo, trapping, step and repeat e inserção de marcações e faixas de controle. Ele pode ser usado com qualquer tecnologia de impressão (digital, flexo, offset ou rotogravura) e também é escaneável. O sistema pode ser atualizado para mais funcionalidades, como controle de qualidade automatizado, gerenciamento de cor e controle do dispositivo de saída, que garante maior saída e que pode ser conectado ao sistema de negócio existente do cliente, se necessário. O software pode ser instalado e ativado com o treinamento total do operador em menos de três dias. O sistema foi especialmente desenvolvido para incluir impressoras de rótulo digitais, particularmente as HP Indigo, graças a um acordo de cooperação entre a Indigo e a Esko.

 

TAGS: , , , , ,

Deixe seu comentário

0

eskoA Esko uma das líderes globais no fornecimento de soluções integradas para a indústria de embalagens, anunciou uma estratégia abrangente para auxiliar as empresas a adequarem suas embalagens às novas regulamentações sobre rotulagem nutricional. “Vemos alterações significativas nas legislações sendo introduzidas por diversos governos em todo o mundo a fim de educar o consumidor sobre o produto via embalagem”, explica Philippe Adam, Vice Presidente de Marketing Global da Esko. “Para as indústrias de alimentos e bebidas, bem como para as farmacêuticas e nutracêuticas, isto significa manter-se atento às várias regulamentações e adaptar sua embalagem e processos adequadamente. Com soluções customizadas e softwares inteligentes, podemos ajudar.”

O anúncio da Esko vai de encontro à declaração da Food and Drug Administration (FDA), dos Estados Unidos, sobre a introdução de um rótulo modernizado para a “Tabela Nutricional” para alimentos embalados, que entrará em vigor em julho de 2018. O Departamento de Agricultura dos EUA propôs a atualização das informações nutricionais para carnes e aves. Os governantes de outros países já estão avaliando regras similares para comunicar a tabela nutricional na embalagem; estas mudanças já foram anunciadas no Canadá e na França e, em breve, outros países seguirão.

Soluções para acabar com o problema

Dependendo das necessidades de cada empresa e do canal de comercialização do produto, a Esko pode indicar três soluções. A Solução 1 começa com o brand owner, a Solução 2 com a agência de criação da arte e a Solução 3 passa pela completa integração do sistema. Cada organização pode escolher a solução mais adequada à sua situação e confiar que o processo de produção do rótulo com a tabela nutricional será otimizado, unificando as informações. Informações detalhadas sobre cada solução podem ser encontradas em Esko’s white paper on regulatory compliance process and technology.

A Esko também está lançando um dispositivo único que extrai as informações nutricionais dos arquivos de embalagem existentes (AI ou arquivos PDF) e as converte em um canal de informação a ser usado em qualquer arte, automatizando a criação. Espera-se que esta solução reduza o tempo dos trabalhos em até 70% para os clientes que têm que adaptar os rótulos com tabelas nutricionais às novas regulamentações da FDA.

“É importante que as empresas se antecipem a todas as novas regulamentações e estejam confiantes que cada SKU produzido terá uma embalagem adequada”, explica Adam. “A Esko continuará a dar suporte aos clientes com novostemplates nos quais as informações nutricionais e relativas aos ingredientes possam ser colocadas automaticamente. Com estas soluções, as novas regulamentações podem tornar-se um padrão diário do negócio e não algo excepcional que ameace o bom andamento da empresa.”

 

TAGS: , , , ,

Deixe seu comentário

BUSCA

CATEGORIAS

SOBRE O BLOG INDUSTRIAL

O Blog Industrial acompanha a movimentação do setor de bens de capital no Brasil e no exterior, trazendo tendências, novidades, opiniões e análises sobre a influência econômica e política no segmento. Este espaço é um subproduto da revista e do site P&S, e do portal Radar Industrial, todos editados pela redação da Editora Banas.

TATIANA GOMES

Tatiana Gomes, jornalista formada, atualmente presta assessoria de imprensa para a Editora Banas. Foi repórter e redatora do Jornal A Tribuna Paulista e editora web dos portais das Universidades Anhembi Morumbi e Instituto Santanense.

NARA FARIA

Jornalista formada pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas), cursando MBA em Informações Econômico-financeiras de Capitais para Jornalistas (BM&F Bovespa – FIA). Com sete anos de experiência, atualmente é editora-chefe da Revista P&S. Já atuou como repórter nos jornais Todo Dia, Tribuna Liberal e Página Popular e como editora em veículo especializado nas áreas de energia, eletricidade e iluminação.

ARQUIVO

Rodada 10 faturamento Perspectivas negócios infraestrutura máquinas exportação IBGE importação PIB CNI Revista P&S Pesquisa Evento máquina inovação Feira Internacional da Mecânica Artigo meio ambiente Investimento FIESP sustentabilidade Lançamento máquinas e equipamentos mercado tecnologia Economia Feimafe Feira indústria