Visite o site da P&S Visite o site do Radar Industrial Visite o site da Banas Ir para página inicial RSS

0

clariantA Clariant, empresa de especialidades químicas, apresenta as novas soluções AddWorks® que satisfazem as diferentes necessidades dos principais segmentos da indústria de plásticos na Feiplastic 2017.

Desde o lançamento de AddWorks em 2013, a Clariant vem expandindo essa solução em diversas linhas de aditivos inovadores, testados e prontos para uso, a fim de atender às necessidades específicas de segmentos-chave da indústria de plásticos. A Clariant seleciona as melhores tecnologias de conformação e as soluções obtidas contribuem para tornar os processos de conversão mais simples e econômicos para os clientes.  “Com a linha AddWorks,  oferecemos à indústria de plásticos soluções que combinam inovação e sustentabilidade, apoiando nossos clientes a atender os desafios gerados pelas megatendências globais, que influenciam a sociedade e criam novas oportunidades de mercado”, afirma Torsten Stoerrle, Diretor da BU Additives para a América Latina.

Na Feiplastic 2017, a Clariant apresenta as últimas soluções para clientes nos segmentos automotivo, agrícola e de embalagens, com destaque para:

Interiores de automóveis: AddWorks ATR 146 é um novo protetor contra luz e calor para plásticos de interior de automóveis, que responde à tendência cada vez maior dos fabricantes de equipamentos de escolher produtos com maior durabilidade e menor impacto de VOCs para o meio ambiente. A solução não contém enxofre e oferece excelente estabilização de luz e calor em compostos de PP preenchidos, estabelecendo novos referenciais de desempenho, ao praticamente dobrar a duração da estabilidade térmica, e de sustentabilidade, ao reduzir as emissões de VOC. AddWorks ATR 146 passou com sucesso no teste-padrão de envelhecimento térmico sem apresentar fissuras superficiais após 700 horas à temperatura de 150°C, com baixa dosagem e reduzida emissão de VOC.

Filmes agrícolas: AddWorks AGC 102 é uma solução econômica que amplia a vida útil de filmes agrícolas de estufa e otimiza a transmissão de luz necessária para o crescimento de cultivos de flores sensíveis a raios UV. Filmes à base de AddWorks AGC 102 e sua versão AddWorks AGC 104 para cultivo de alimentos têm desempenho comprovado mesmo na presença de alta concentração de defensivos agrícolas.

Embalagem de alimentos: AddWorks PKG 902 permite que fabricantes de filmes de poliolefinas incorporem uma quantidade maior de resina reciclada em seu processo de produção de filmes, gerando grandes economias de custo com matérias-primas. Permite também que a resina suporte a alta velocidade da linha de produção e mantenha a qualidade do filme com reduzidas rupturas e significativa redução de manchas pretas e formação de géis.

Estabilizador para resinas plásticas: AddWorks LXR 568 é um estabilizador de processo de alto desempenho que combina uma extraordinária proteção de cor e de fluxo, com uma boa resistência à hidrólise. A estabilidade hidrolítica do produto ajuda os processadores a evitar a degradação de resinas plásticas usadas para produzir uma grande variedade de aplicações para o usuário final, como filmes de embalagem, garantindo a manutenção da performance do produto.

Mais informações sobre AddWorks e a grande variedade de soluções para os segmentos automotivo, industrial, construtivo, agrícola, têxtil e de fibras estão disponíveis em http://www.clariant.com/Business-Units/Additives/Polymer-Additives/AddWorks.

Feiplastic 2017: 03 a 07 de abril, Pavilhão Expo Center Norte,  São Paulo, estande Clariant B68.

 

TAGS: , , , ,

Deixe seu comentário

0

ubeInternacionalmente o nylon tem sido visto – e bastante utilizado – como uma excelente alternativa a outros materiais na produção de filmes encolhíveis (shrink). Os principais apelos do nylon em relação aos materiais convencionais são respeito ao meio ambiente e legislação. Estudos realizados pela multinacional UBE (www.ube.ind.br), uma das líderes mundiais em poliamidas e copoliamidas, indicam que além de não liberar cloro na atmosfera durante o processo de produção e transformação, o nylon resulta em filmes extremamente resistentes à punctura o que, na prática, significa uma expressiva redução de perdas de produto no PDV (ponto de venda) e nas etapas de transporte, distribuição e armazenagem.

“Por suas propriedades físicas e por suas propriedades barreira, o filme shrink de nylon é ideal para embalar produtos pontiagudos como carnes com ossos ou outros utensílios, como tesouras, facas, etc.”, explica Daniel Hernandes, Executivo de Vendas da UBE Latin America. Segundo ele, é possível trabalhar com estruturas de 7 ou 9 camadas (PA + EVOH + PA), dependendo da aplicação e das propriedades demandadas pelo produto. Outra vantagem é a maior taxa de encolhimento a uma mesma temperatura em comparação aos materiais convencionais.

A UBE Latin America já está atenta às novas demandas do mercado e oferece para os clientes da região grades de nylon específicos para a produção de filmes shrink de alto desempenho nas mais diversas aplicações.

 

TAGS: , , ,

Deixe seu comentário

0

A indústria da reciclagem de plásticos terá lugar de destaque na FEIPLASTIC 2017 – Feira Internacional do Plástico, um segmento que possui mais de mil empresas recicladoras no país e emprega mais de 10 mil trabalhadores, segundo informações da Abiplast (Associação Brasileira da Indústria do Plástico). Empresas como Wortex Máquinas, Wisewood Soluções Ecológicas, Pallmann e By Engenharia levam à Feira equipamentos e soluções para renovação e reaproveitamento de materiais plásticos proporcionando mais opções de sustentabilidade ecológica à cadeia de produção.

A FEIPLASTIC 2017 é organizada pela Reed Exhibitions Alcantara Machado e acontece no Expo Center Norte, em São Paulo, de 3 a 7 de abril. O setor de “Reciclagem” é um dos mais importantes entre as empresas expositoras, juntamente com “Produtos Básicos e Matérias-Primas”, “Máquinas, Equipamentos e Acessórios”, “Moldes e Ferramentas”, “Transformadores de Plástico”, “Resinas Sintéticas”, “Instrumentação, Controle e Automação” e “Serviços e Projetos Técnicos”.

As empresas especializadas em reciclagem que participam da FEIPLASTIC 2017 terão a disponibilidade de mostrar produtos e serviços para um público esperado de 70 mil visitantes. A Wortex, por exemplo, vai mostrar sua segunda geração das linhas Challenger Recycler e Compounder, que oferece melhor ganho de produtividade e de performance em reprocessamento de plásticos. A Wisewood, especializada em reaproveitamento do plástico pós-uso, é pioneira na produção de madeira plástica em escala industrial e referência na fabricação de resina termoplástica reciclada no país.

A Pallmann é uma fábrica que fornece máquinas e sistemas completos para trituração, preparação, moagem, micronização, aglomeração e reciclagem dos mais diferentes materiais para indústrias. No caso da By Engenharia, a especialidade é em tecnologia para extrusão e desenvolvimento na transformação de plásticos.

Operação Reciclar

Dada a importância dos temas relacionados à reciclagem e sustentabilidade, a FEIPLASTIC 2017 organiza mais uma vez a Operação Reciclar paralelamente ao evento. Essa operação visa incentivar a coleta e reciclagem de materiais plásticos mostrando, na prática, todo o potencial de reciclabilidade e variedade de aplicações da resina plástica em diversos segmentos da indústria. Durante os dias do evento, todo o resíduo plástico gerado na feira, desde a montagem, até a desmontagem, será coletado e armazenado em containeres. Parte desse material será reciclado.

De acordo com a Abiplast, associação que representa os fabricantes de produtos plásticos e recicladores no Brasil, o potencial ambiental e econômico desperdiçado com a destinação inadequada de plástico é em média de R$ 5,8 bilhões por ano. Outro dado importante para o setor refere-se a um mapeamento da indústria de reciclagem realizado pela FIA (Fundação Instituto de Administração da USP/SP), em conjunto com a cadeia – (Iniciativa PICPLAST – ABIPLAST e Braskem), estimando que são retirados do meio ambiente 681 mil toneladas de resíduos plásticos pós-consumo, o que originam mais de 615 mil toneladas de materiais plásticos reciclados”.  E para aproveitar o potencial ambiental e econômico da reciclagem, a Abiplast vem desenvolvendo intenso trabalho para fomento da atividade de reciclagem e facilitando a vida da população que deseja dar um destino ambientalmente correto para seus resíduos plásticos. Está disponível gratuitamente o aplicativo “Reciclagem de Plásticos” que aponta onde estão localizados os PEV´s (postos de entrega voluntária) as cooperativas e comércio atacadista de materiais recicláveis aptos a receber resíduos plásticos para posterior reciclagem.

Entre os visitantes da FEIPLASTIC, os assuntos reciclagem e sustentabilidade possuem grande importância de acordo com pesquisa realizada pela Reed Exhibitions.   A reciclagem é considerada por 51% dos pesquisados como segmento que gera maior interesse na FEIPLASTIC, o que significa que esses visitantes deverão comparecer ao evento especialmente para conhecer de perto as novidades desse setor.

feiplastic-logo

Serviço

FEIPLASTIC 2017 – Feira Internacional do Plástico
Data: de 3 a 7 de abril de 2017
Local: Expo Center Norte
Endereço: Rua José Bernardo Pinto, 333 – Vila Guilherme – São Paulo
www.feiplastic.com.br

 

TAGS: , , , ,

Deixe seu comentário

BUSCA

CATEGORIAS

SOBRE O BLOG INDUSTRIAL

O Blog Industrial acompanha a movimentação do setor de bens de capital no Brasil e no exterior, trazendo tendências, novidades, opiniões e análises sobre a influência econômica e política no segmento. Este espaço é um subproduto da revista e do site P&S, e do portal Radar Industrial, todos editados pela redação da Editora Banas.

TATIANA GOMES

Tatiana Gomes, jornalista formada, atualmente presta assessoria de imprensa para a Editora Banas. Foi repórter e redatora do Jornal A Tribuna Paulista e editora web dos portais das Universidades Anhembi Morumbi e Instituto Santanense.

NARA FARIA

Jornalista formada pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas), cursando MBA em Informações Econômico-financeiras de Capitais para Jornalistas (BM&F Bovespa – FIA). Com sete anos de experiência, atualmente é editora-chefe da Revista P&S. Já atuou como repórter nos jornais Todo Dia, Tribuna Liberal e Página Popular e como editora em veículo especializado nas áreas de energia, eletricidade e iluminação.

ARQUIVO

negócios infraestrutura máquinas exportação Perspectivas IBGE importação PIB CNI máquina Revista P&S Evento Feira Internacional da Mecânica Pesquisa inovação Artigo Investimento FIESP meio ambiente sustentabilidade Lançamento máquinas e equipamentos mercado Economia tecnologia Feimafe Site P&S Radar Industrial Feira indústria