Visite o site da P&S Visite o site do Radar Industrial Visite o site da Banas Ir para página inicial RSS

0

kronesSegundo estudo da agência de pesquisa Euromonitor International, em 2016, o mercado brasileiro de alimentos e bebidas saudáveis movimentou mais de R$ 93 bilhões em vendas, o que colocou o Brasil na quinta colocação do ranking dos maiores do mundo neste segmento. O relatório The Top 10 Consumer Trends for 2017, que analisa tendências de mercado, notou uma maior inclinação dos consumidores por produtos considerados saudáveis, como sucos naturais e chás.

Atualmente, os jovens entre 16 e 24 anos estão entre os maiores consumidores de sucos naturais e chás, o que revela o grande potencial deste mercado. Outro dado interessante é que 60% dos consumidores estão evitando produtos com muitos aditivos artificiais e conservantes. Este cenário de crescimento do setor de bebidas saudáveis no Brasil tem atraído mais investimentos de grandes players do mercado, principalmente com a adoção da embalagem PET, com a qual consegue-se definir um shape exclusivo para a marca das empresas, se diferenciando visualmente. E a transparência da embalagem traz, muitas vezes, maior segurança ao consumidor.

Neste contexto está a Krones do Brasil, que nos últimos anos instalou cinco linhas PET para a produção de bebidas saudáveis e sensíveis, como sucos, chás e bebidas lácteas ou à base de leite. “A Krones do Brasil vem elaborando novos projetos nesta área de bebidas sensíveis para importantes indústrias, oferecendo todo o apoio no desenvolvimento do plano de negócio, planejamento de fábricas, desenvolvimento de embalagens e posicionamento de mercado”, afirma Ayrton Irokawa, gerente comercial da Krones do Brasil.

Entre as tecnologias da Krones voltadas ao mercado de bebidas sensíveis, destaca-se o enchimento asséptico a frio em PET, sem conservantes e com alta segurança microbiológica, uma alternativa ao envase em embalagens cartonadas. O PET asséptico não altera as características de sabor e aparência do produto, devido a um tratamento térmico muito mais rápido. A Krones possui em seu portfólio atual quatro diferentes tecnologias para envase asséptico.

 

 

  1. PET Asept L2

Tecnologia com esterilização da garrafa por meio de ácido peracético (PAA) no estado líquido.

  • PET Asept D

Tecnologia com esterilização da garrafa por meio de peróxido de hidrogênio (H2O2) no estado gasoso.

  • Contiform AseptBloc (CAB)

Bloco de envase asséptico com sopradora em design asséptico e esterilização da preforma por meio de peróxido de hidrogênio (H2O2) no estado gasoso, com aprovação da FDA para bebidas de baixa acidez.

  • Contipure D

Bloco de envase asséptico com sopradora convencional e esterilização da preforma por meio de peróxido de hidrogênio (H2O2) no estado gasoso.

Outra opção de enchimento em PET é o hotfill (envase a quente). O nitroHotfill, por sua vez, é uma alternativa mais rentável ao envase a quente convencional. A solução baseia-se no processo Relax-Cooling (RC), que consiste em aplicar uma injeção de nitrogênio dentro da garrafa, onde vai gerar uma pressão positiva de 1,5 até 2 bar internamente após seu fechamento. A pressão positiva da garrafa compensa a diminuição de volume do produto por contração depois de acondicionado em um refrigerador (temperatura fria), o que evita deformidades por pressão negativa da garrafa. O nitroHotfill permite o uso de embalagens com menor peso.

Estas tecnologias demonstram a flexibilidade da Krones do Brasil em atender a indústria de bebidas em suas demandas por soluções para bebidas saudáveis e sensíveis. “Nossa empresa está capacitada a oferecer projetos completos aos nossos clientes, buscando sempre entender qual solução é a mais adequada aos interesses e desafios de cada um deles”, completa Ayrton Irokawa.

 

TAGS: , , ,

Deixe seu comentário

BUSCA

CATEGORIAS

SOBRE O BLOG INDUSTRIAL

O Blog Industrial acompanha a movimentação do setor de bens de capital no Brasil e no exterior, trazendo tendências, novidades, opiniões e análises sobre a influência econômica e política no segmento. Este espaço é um subproduto da revista e do site P&S, e do portal Radar Industrial, todos editados pela redação da Editora Banas.

TATIANA GOMES

Tatiana Gomes, jornalista formada, atualmente presta assessoria de imprensa para a Editora Banas. Foi repórter e redatora do Jornal A Tribuna Paulista e editora web dos portais das Universidades Anhembi Morumbi e Instituto Santanense.

NARA FARIA

Jornalista formada pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas), cursando MBA em Informações Econômico-financeiras de Capitais para Jornalistas (BM&F Bovespa – FIA). Com sete anos de experiência, atualmente é editora-chefe da Revista P&S. Já atuou como repórter nos jornais Todo Dia, Tribuna Liberal e Página Popular e como editora em veículo especializado nas áreas de energia, eletricidade e iluminação.

ARQUIVO

seminário Rodada 10 Perspectivas faturamento máquinas negócios infraestrutura exportação IBGE CNI importação PIB Revista P&S Pesquisa Evento inovação Feira Internacional da Mecânica Artigo meio ambiente Investimento sustentabilidade FIESP Lançamento tecnologia mercado Economia máquinas e equipamentos Feimafe Feira indústria