Visite o site da P&S Visite o site do Radar Industrial Visite o site da Banas Ir para página inicial RSS

0

hyperrrrrA Hypertherm muda, a partir de hoje, o nome corporativo para Hypertherm Associates, que representa a evolução da empresa, fabricante de produtos de corte a plasma, para um fornecedor multitecnológico de soluções de corte industrial, com os funcionários (“Associates”) no centro de tudo o que faz para apoiar e resolver os desafios dos clientes.

A Hypertherm Associates continuará a oferecer a linha líder do setor de soluções de corte industrial, incluindo plasma, jato de água, software e muito mais, organizadas em quatro negócios distintos. A Hypertherm® continuará como a marca de soluções de corte a plasma, enquanto a OMAX® permanecerá como o nome dos sistemas de corte a jato de água líderes de mercado. Dois grupos recém-definidos, o Hypertherm Associates Software Group e o Hypertherm Associates Aftermarket Group, abrangerão marcas de produtos como ProNest®, Robotmaster®, laser Centricut® e peças de jato de água AccuStream®.

“Queríamos que nosso novo nome corporativo refletisse nossa cultura com foco nas pessoas como uma empresa 100% de propriedade dos funcionários. Nossos fundadores estabeleceram uma paixão pela inovação tecnológica com foco no cliente, colocaram o desenvolvimento e o bem-estar de nosso pessoal — nossos Associates — no centro da equação e, em seguida, deram a propriedade da empresa a esses funcionários para levar essa visão adiante”, explicou Evan Smith, presidente e CEO da Hypertherm Associates. “Isso reforça nosso enfoque nas pessoas, desde nossos clientes, parceiros e comunidades próximas até nossos funcionários, que são donos da empresa. Isso consolida nosso compromisso de longo prazo e foco na inovação tecnológica e parceria com foco no cliente e em nossas comunidades, em vez de acionistas ou investidores externos.”, completa Smith.

Junto com o novo nome, a Hypertherm Associates está apresentando um novo logotipo corporativo e logotipos atualizados para suas marcas de tecnologia. O logotipo da Hypertherm Associates, concebido para lembrar um agrupamento de peças, serve para vincular visualmente a marca corporativa às respeitadas marcas de produtos e tecnologia da empresa. Ao mesmo tempo, demonstra a liderança industrial e tecnológica da empresa — e seu compromisso com a manufatura enxuta, práticas sustentáveis e engenharia inovadora — bem como a força das ofertas de tecnologia cruzada que resolvem os desafios dos clientes.

TAGS: , ,

Deixe seu comentário

0

ftpA FPT Industrial abre caminho para a independência energética dos agricultores na Feira Mundial de Biogás 2022, a principal feira mundial dedicada ao setor de produção de biogás, realizada no National Exhibition Centre (NEC ) em Birmingham, Reino Unido, nos dias 15 e 16 de junho.

A marca exibiu sua solução para a geração de energia elétrica alimentada por recursos renováveis: o Smart Hybrid Hub da FPT Industrial, o primeiro conceito de grupo gerador a gás natural de baixa pressão e velocidade variável, híbrido e multimodal do mundo concebido 100% pela FPT Industrial. Os visitantes podem ver “por dentro” o conceito do grupo gerador através das paredes de LED, acompanhar o ciclo completo desde a produção agrícola, passando pela geração de eletricidade até seu uso na fazenda ou externamente.

O conceito se baseia no primeiro motor F28 a biometano de velocidade variável e baixa pressão para geração de energia com todo o combustível derivado da digestão anaeróbica de resíduos agrícolas e do chorume do gado. O motor é acoplado a um sistema de Gerenciamento de Controle Híbrido da FPT Industrial, caracterizado por uma configuração aberta com baterias e inversor equivalente, dependendo do perfil da missão.

“Nosso objetivo é criar um ciclo virtuoso, sustentável, de carbono zero, para proporcionar a independência energética’ dos agricultores” diz Andrea Ercolino, gerente de Portfólio de Produtos e de Marketing de Geração de Energia da FPT Industrial “bem como gerar oportunidades adicionais de receita derivadas das vendas do biometano excedente. Mais um passo à frente para a FPT Industrial no caminho da transição energética”. Além de alimentar o grupo gerador, o biometano produzido no local pode ser de fato usado para abastecer tratores a gás natural e veículos comerciais como caminhões e veículos de carga, enquanto o excedente tanto de eletricidade quanto de biogás pode ser fornecido à rede nacional. A parceira da FPT Industrial neste projeto é a Bennamann Ltd., uma empresa britânica de tecnologia agrícola, em rápido crescimento no campo da energia limpa, especializada no fornecimento e na produção de biometano “melhor do que zero carbono” forneceu emissões fugitivas de resíduos orgânicos em decomposição, incluindo chorume de estrume agrícola.

Falando na Feira, o cofundador, presidente e CTO da Bennamann, Chris Mann, disse: “Estamos orgulhosos por fazer parceria com a FPT Industrial para oferecer nossa visão compartilhada de uma agricultura independente de energia. O Smart Hybrid Hub completa a cadeia tecnológica da Bennamann viabilizando nossa solução ponta a ponta desde a captura do metano fugitivo, passando pelo processamento de biometano para veículos e o
fornecimento de combustível, eletricidade e calor para o agricultor”. Ao receber o prêmio Soluções Circulares AD com “menção honrosa” na feira, Chris acrescentou ficamos extremamente felizes por receber esse reconhecimento, respaldado por nossas sólidas parcerias, o que torna possível e tão empolgante a expansão da agricultura independente de energia, observe esse espaço!”

Um dos vários destaques do conceito de grupo gerador híbrido multimodo é a capacidade de atender a diferentes necessidades dos clientes com três modos de operação principais. O modo Boosting é dedicado ao corte de pico com alta resposta de carga, com o motor funcionando no máximo e as baterias entrando para fornecer o buffer extra necessário. O modo Touring se encarrega da durabilidade total, com o motor e a bateria funcionando alternadamente, a fim de otimizar a eficiência e prolongar toda a vida útil do sistema. O modo Eco completamente elétrico foi projetado com a economia de combustível em mente e sua autonomia de baixa carga pode ser ampliada graças às baterias modulares.

Em comparação com grupos geradores padrão, o conceito de grupos geradores FPT Industrial Smart Hybrid Hub oferece uma faixa de potência maior com uma classificação padrão de 30-40-60-80 kVA com um único gerador, consumo de combustível até 20% menor, motor com -22% de cilindrada e intervalos de troca de óleo 2,5 vezes maiores em relação aos grupos geradores a diesel de velocidade constante. Atualmente, o primeiro protótipo do grupo gerador Smart Hybrid Hub está passando por uma série de testes e sessões de treinamento na Fazenda Chynoweth (Truro, Cornualha, Reino Unido), sede do centro de testes e pesquisas da Bennamann. Todos os seus modos e funcionalidades de trabalho – híbrido, elétrico completo e carregamento de baterias – foram testados repetidamente com o motor F28 NG movido a biometano produzido na fazenda.

A versatilidade do motor F28 a gás natural vai muito além da geração de energia. Na verdade, é o motor que propulsiona um protótipo do trator de esteira New Holland TK Methane Power, atualmente em funcionamento na premiada vinícola Fontanafredda para alcançar a primeira safra de vinho Barolo com emissão zero até 2025. O compromisso da FPT Industrial com o Gás Natural e a agricultura sustentável é ainda demonstrado pelo motor de seis cilindros FPT N67 NG, com 180 hp e 740 Nm de torque, capaz de proporcionar o mesmo desempenho e durabilidade que seu equivalente a diesel. Esse motor propulsiona o New Holland T6.180 Methane Power o único trator a biometano de produção em massa do mercado, denominado “Trator do Ano” de 2022 na categoria Sustentabilidade que esteve em exposição no estande da marca New Holland Agriculture durante a Feira Mundial de Biogás.

TAGS: , ,

Deixe seu comentário

0

veracel.jpbEntre os dias 06 e 10 de junho, a Veracel, indústria de celulose localizada no Sul da Bahia, promoveu a terceira edição da sua Semana da Diversidade e Inclusão, com palestras de especialistas convidados. O objetivo do evento foi disseminar e ampliar a cultura da empresa no tema diversidade e inclusão, fortalecendo a importância de cada colaborador neste processo.

A Semana da Diversidade da Veracel é uma das ações lideradas pelo Comitê “Empresa + Inclusiva”, grupo que tem como missão promover ações em prol da valorização da diversidade, da inclusão na companhia, engajar as pessoas no tema e incentivar um ambiente de trabalho onde todos se sintam incluídos e tenham equidade de oportunidades.

Nesta edição do evento, a empresa buscou avançar ainda mais nas pautas já tratadas nos anos anteriores, trazendo uma nova gama de palestrantes para promover apresentações e rodas de conversas sobre assuntos como equidade de gênero, democracia racial, como e porquê ser um aliado(a) da comunidade LGBTQIA+, empregabilidade de pessoas com deficiência, dentre outras pautas.

“Além dos palestrantes, pessoas da Veracel também contribuíram com depoimentos, experiências e percepções. Como de costume, os colaboradores também puderam interagir tirando dúvidas e colaborando com comentários. Para nós, isso é um sinal de que nossos colaboradores se sentem confortáveis e seguros para serem quem são e nos ajudar neste processo de transformação constante que é o trabalho em prol da diversidade e inclusão”, destaca Carlos Gomes, coordenador Jurídico da Veracel e líder do comitê Empresa + Inclusiva.

Entre os convidados que participaram da Semana, estão: Maitê Schneider, cofundadora da Transempregos e ativista por Direitos Humanos; Livia Vaz, promotora de Justiça da Bahia e coordenadora do Grupo de Trabalho de Enfrentamento ao Racismo e Respeito à diversidade Étnica e Cultural; Arielle Sagrillo Scarpatti, doutora em psicologia; Sidinei Oliveira, escritor e conselheiro consultivo e Andrea Schwarz, escritora, influenciadora e cofundadora da consultoria iigual, especializada em inclusão e diversidade no mercado de trabalho.

Comitê Empresa + Inclusiva

O Comitê Empresa + Inclusiva Veracel iniciou em 2020, com a formação de uma iniciativa composta por de voluntários de diferentes áreas e cargos da companhia. O comitê conta com grupos de trabalho com foco em equidade de gênero, raça e etnia, pessoas com deficiência, pessoas LGBTQIA+ e gerações.

A primeira etapa do projeto foi a estruturação das ações, dos objetivos e das metas para os próximos anos, além da contratação de uma consultoria especializada em Diversidade e Inclusão e da realização de um censo de diversidade e de uma pesquisa de percepção das pessoas da Veracel a respeito do tema. Com essas ferramentas, a empresa produziu um diagnóstico real para o mapeamento das ações necessárias.

O Comitê tem envolvimento da alta liderança e cada um dos Diretores está envolvido nos grupos de trabalho. Inclusive o CEO da empresa ocupa uma cadeira e atua ativamente no grupo para o desenvolvimento de diversidade e inclusão.

Em 2022, o comitê Empresa + Inclusiva vem passando por um processo de transformação cujo objetivo é que o grupo se torne cada vez mais. Outro marco foi a criação, dentro do time de Desenvolvimento Humano Organizacional da Veracel, de uma área específica de Diversidade e Inclusão. Com esta mudança, a companhia projeta que todo o mapeamento realizado pelo Comitê possa ser traduzido em ações ainda mais efetivas dentro da corporação.

TAGS: , ,

Deixe seu comentário

0

emersonEmerson: Hoje a Emerson apresentou o TopWorxTM DX PST com HART® 7. As unidades fornecem dados valiosos da válvula e informações de diagnóstico, permitindo a transformação digital de aplicações de processo. O novo DX PST integra-se perfeitamente com válvulas e sistemas de controle existentes, dando aos operadores acesso a dados críticos das válvulas, tendências e diagnósticos, que podem ser usados para prever e programar manutenções.

O teste de curso parcial do DX PST garante a função confiável do sistema sem interromper o processo. Um recurso de segurança confirma que a válvula fechará totalmente e interromperá o processo se uma emergência for detectada, bastando pressionar o botão PST local para ativar o teste. Nenhum equipamento adicional é necessário. Para evitar falhas críticas em condições adversas, a unidade substituirá o teste para realizar um desligamento de emergência (ESD).

Certificado para operação em aplicações severas e perigosas, o DX PST adaptativo foi projetado para garantir a integridade das válvulas, melhorando a segurança geral e o tempo de atividade das instalações em aplicações de petróleo e gás, refinaria, química, energia industrial e mineração. “A transformação digital da indústria de processos continua a tornar as operações mais seguras e produtivas”, afirma Prayag Vatsraj, gerente global de produtos da Emerson’s Switchbox. “O DX PST com HART 7 oferece suporte à transformação digital, fornecendo dados confiáveis que fornecem informações valiosas sobre a condição dos conjuntos de válvulas, o que garante a integridade do sistema sem interromper o processo.” O protocolo HART®, cujas especificações são de propriedade do FieldComm Group, cria outra camada de informações que garante que dados, tendências e diagnósticos sejam monitorados e vinculados à Internet das Coisas Industrial. Essas informações podem ser usadas para prever e programar a manutenção com eficiência.

Capaz de oferecer nível de integridade de segurança 3 (SIL 3), o DX PST está disponível com uma redundância de válvula solenoide 2oo2 ou 2oo3 integrada quando emparelhado com o sistema de controle redundante avançado (ARCS) da série ASCOTM para aumentar ainda mais a segurança e abrir terminais que permitem um transmissor de pressão adicional juntamente com dois pressostatos. O controlador de válvula discreto oferece calibração local e remota simples.

TAGS: , ,

Deixe seu comentário

0

lizasummer

foto: Liza Summer

A recomendação desse modelo de segurança foi feita pelo Gartner em 2019, após o início do distanciamento social — decorrente da Covid-19 — no momento em que as empresas adotaram o modelo home office. Com esta nova arquitetura, a combinação do uso de Cloud com home office, as redes ficaram vulneráveis a ataques hackers. Por isso o Gatner criou um conceito de segurança abrangendo as novas topologias do novo normal.

Atualmente, as redes tradicionais envolvendo LAN, WAN, WLAN, Firewalls etc. não atende as topologias pós-pandemia pois não foram desenvolvidas para aplicação de redes multiclouds e usuários remotos. Além disto, o usuário que busca atender os “buracos” na segurança dessas novas redes, começam a construir uma rede com várias tecnologias, fabricantes, Dashboards, SLA´s e profissionais especializados em diversas tecnologias.

Sem contar que os decisores de tecnologia nas empresas, enfrentam outros problemas como a necessidade de aumentar o headcount, para ter profissionais especializados em várias tecnologias ou aumentar os ganhos destes profissionais se houver algum profissional que se especializou durante a pandemia e ainda criar políticas de retenção num mercado extremamente contratante.

Ou seja, a vida do CISO ou do CTO no pós-pandemia, se tornou ainda mais desafiador. Para atender a transformação da empresa que começa a operar com multiclouds e colaboradores remotos, das diversas tecnologias aplicadas para proteger esta transformação com segurança, escassez de profissionais experientes nestas novas topologias, estamos diante da maior crise de abastecimento de microchip na história da tecnologia. Os fabricantes atualmente, não informam os prazos de entrega dos hardwares devido ao desabastecimento de microchip, interrompendo o fornecimento de hardwares para o mercado mundial.

Resumidamente, os executivos de tecnologia enfrentam hoje as suas empresas se movendo para um novo cenário, necessidade de segurança deste cenário, aumento significativo de ataques nestes ambientes, uma mescla de tecnologias e fabricantes para proteger o ambiente, falta de profissionais preparados para este novo cenário e agora desabastecimento de hardware.

O conceito SASE, desenvolvido pelo Gartner, resolve todos os desafios dos executivos comentado anteriormente. Sendo este, baseado em nuvem, contendo todas as funções de segurança para topologias que utilizam multicloud, usuários remotos em qualquer lugar do Mundo (Work From Anywhere), configuração de segurança com várias funções feitas pelos fabricantes, plug&play e independente do uso de hardwares. Em resumo, SASE foi desenvolvida para solucionar problemas da cibersegurança, sendo uma estrutura que acompanha as evoluções de tecnologias de segurança e conectividade de rede em uma única plataforma entregue na nuvem para uma conectividade segura, rápida e escalável. Um conceito que traz para empresas menos complexidade e uma considerável redução de custos, incluindo dashboards completos e unificados.

“A pandemia impôs às empresas, a necessidade de serem rápidas e escaláveis e a tecnologia Cloud conseguiu atender estas demandas e ainda com colaboradores
remotos. Estes dois pontos, cloud e uso remoto em larga escala, dificilmente foi contemplado nestas estratégias. Isto nos leva a crer que as empresas em sua maioria, estão com brechas de segurança em suas redes, prova disto é o aumento expressivo de ataques com sucesso ocorrido nos últimos meses. Somos parceiros de uma das maiores empresas especializada em SASE, a Versa Networks, portanto estamos prontos para apoiar o mercado nesta transformação da segurança das empresas.” Diz Paulo Cezar (PC) sócio diretor Secmon Tecnologia.

Em 2021 grandes empresas começaram a sofrer ataques hackers, como por exemplo a Renner, Americanas, Porto Seguro, EMS, CVC, Sebrae, e outras empresas não anunciaram as invasões em suas redes. A tendência de crescimento segundo o Gartner é que até 2025, pelo menos 60% das empresas no Mundo tenham estratégias, cronogramas ou já estão de acordo com o SASE.

A Secmon já está preparada para este novo cenário e em conjunto com a Versa Networks, que conta com 90 pontos de presença inclusive no Brasil, uma Cloud atendendo o conceito SASE já está configurada contemplando Secure Web Gateway, Security Access, Zero Touch Networking Access e Firewall as a Services. Sem hardware, sem equipes maiores, sem falha na configuração, único SLA, segurança para devices em todo o Mundo, escalável e econômico.

TAGS: , ,

Deixe seu comentário

0

huelabsA conveniência de utilizar um ecossistema completo de iluminação inteligente, aproveitar as vantagens de uma sincronização de cores e modos, além da experiência de transformar ambientes para uma a iluminação que seja ideal para ajudar a se concentrar melhor ou relaxar depois de um longo dia, já são alguns dos diferenciais que os admiradores da linha de iluminação premium Philips Hue já conhecem. Para quem quer ir além e utilizar todo o potencial da marca, a Philips Hue oferece o recurso Hue Labs, no qual qualquer pessoa pode testar protótipos e conceitos em estágio inicial.

Agora é possível transformar completamente a atmosfera da sua sala de estar para uma prática de yoga ou exercícios, ou até mesmo aproveitar a iluminação para ajudar a colocar as crianças para dormirem, utilizando as fórmulas disponíveis diretamente do Hue App 4.0 ou então site da plataforma. São dezenas de opções que entregam o que há de mais sofisticado quando o assunto é iluminação conectada. Ao adicionar algumas fórmulas do Hue Labs, é possível expandir a experiência com luz inteligente para um nível antes nunca imaginado.

O principal propósito da Hue Labs é ajudar o usuário a encontrar maneiras de obter mais do seu sistema Hue. E a melhor maneira de descobrir isso é simplesmente por meio de um canal de trocas direto com o usuário. Por isso o Hue Labs oferece a oportunidade para que diferentes pessoas ao redor do planeta conheçam e testem diferentes fórmulas, permitindo, inclusive, feedbacks para eventuais alterações para melhor funcionamento de determinada fórmula.

Desde 2017, a Philips Hue oferece diferentes conteúdos inspirados para o Labs e hoje permite a criação de Fórmula em torno de temas. Qualquer pessoa que possua um conjunto de iluminação Philips Hue, conectado pela central inteligente Hue Bridge, pode aproveitar os recursos do Hue Labs, inclusive adaptando algumas fórmulas criadas, de acordo com sua necessidade.

Nem toda Fórmula no Hue Labs é completamente nova, alguns dos recursos podem já existir em outros aplicativos de terceiros. Mas quando disponíveis no Hue Labs, significa que a Philips Hue está promovendo a fórmula para usuários do mundo inteiro, avaliando sua performance e ouvindo feedback para aprimorar o seu uso.

Conheça algumas das cenas em laboratório

O site oficial do Philips Hue Labs lista uma série de cenas que já podem ser apreciadas pelos usuários de Philips Hue e concentra uma variedade de opções que devem agradar a todos. Abaixo destacamos algumas das principais para que você conheça um pouco melhor este novo mundo de possibilidades.

A melhor experiência de Yoga na sala da sua casa: Suas aulas semanais de ioga foram canceladas? Deixe o Hue Labs guiá-lo através de uma saudação ao sol! Escolha quantas vezes deseja repetir a sequência: 2, 6, 12 ou 24 vezes. As luzes mudarão de cor como um sinal sutil e sem distrações de que você deve mudar de pose, enquanto escurece e ilumina para guiar sua respiração.

Aproveite o charme do outono para transformar sua casa: Transforme sua sala de estar em um espaço aconchegante neste outono com uma coleção de cenas que apresentam tons terrosos, dourado e vermelho que circulam dinamicamente.

Aquela ajudinha para a hora da soneca dos pequenos: As crianças pequenas têm dificuldade em entender o conceito de tempo, então por que não usar a magia da luz? Defina duas cenas diferentes para ensinar seus filhos quando eles devem ficar na cama e quando é permitido se levantar e brincar.

Dê um basta na preguiça e dê um up no seu treino em casa: Faça seus músculos se mexerem com a fórmula de treino rápido, que o guia por uma rotina de exercícios de sete minutos. Faça flexões, agachamentos e muito mais enquanto suas luzes piscam para indicar cada repetição e mudar de cor como uma sugestão para passar para o próximo exercício.

Ressignifique o momento de cozinhar e transforme esta experiência: Quando você está preparando o jantar, às vezes é difícil acompanhar tudo. Deixe suas luzes guiá-lo e use-as para ser notificado quando sua comida estiver pronta! Você pode escolher que as luzes pisquem ou acionem uma determinada cena. Observe que os cronômetros criados no HueLabs não aparecerão no aplicativo Philips Hue, você pode gerenciá-los no Hue Labs.

Utilizar a iluminação para mudar facilmente a atmosfera de qualquer cômodo nunca foi tão prático. Seja para destacar um espaço interno, definir a iluminação ideal para tarefas funcionais, realizar uma festa externa ou preparar um jantar romântico, você pode personalizar as luzes Philips Hue para criar o ambiente perfeito. Escolha qualquer tom de branco ou desfrute de um espectro de 16 milhões de cores para encontrar a cor.

Linha completa de produtos para casas conectadas

A linha Philips Hue no Brasil conta com o Hue Starter Kit, com 3 lâmpadas e 1 Hue Bridge para quem está iniciando no universo de casas conectadas; a Lâmpada Hue E27, que possibilita descobrir a iluminação inteligente por meio do modo Bluetooth, ou a ampliação dos sistemas conectados já existentes; a Hue GU10 voltada para uma iluminação mais direcional ao ambiente, com menor angulação do facho de luz; a Hue Bridge para criação de sistemas completos de casa inteligente; a Hue Lightstrip Plus para decoração de espaços e ambientes imersivos; a Hue Go, luminária inteligente portátil sem fio; o interruptor inteligente Hue Dimmer Switch, que também atua como um controle portátil; e por fim, o sensor de movimento Hue Motion Sensor e ainda a Hue Play para elevar a experiência dos usuários no consumo de entretenimento.

TAGS: , ,

Deixe seu comentário

0

moscaMaximum freedom at the end of the packaging line despite limited space: MOSCA is showing what flexible end-of-line solutions can look like at its LogiMAT stand (A 31 Hall 4) from 31 May to 01 June 2022. The fully automated end-of-line scenario consists of a KZV-321 pallet strapping machine and autonomous guided vehicles (AGV) from GEBHARDT Intralogistics. This system can be easily adapted to production conditions and optimises the use of available space – an ideal solution for fast-growing companies with size-limited production environments.

Predefined pathways and bulky conveyors – the end of a production line is often inflexible. This makes it difficult for companies to grow in tight production spaces. MOSCA is tackling this challenge with a flexible solution presented at LogiMAT in cooperation with GEBHARDT Intralogistics. The live simulation links the MOSCA KZV-321 pallet strapping machine with a Gebhardt KARIS autonomous guided vehicle system. Johannes Wieder, Sales Manager Logistics at MOSCA, explains: “We are presenting just one of numerous set-up options. Thanks to the many possible combinations of AGVs with our strapping machines, applications can be easily adapted to different requirements and used, for example, to secure packages for transport in the food or construction industries.” The application shown at the company’s exhibition stand illustrates the savings potential of this machine combination. Since the self-propelled vehicles from Gebhardt can flexibly approach various machines, strapping machines with a higher throughput do not have to adapt to the slower speed of upstream machines. Instead, they can utilise their full performance potential and strap products from several lines at the same time.

KZV-321 efficiently secures double stacked pallets

In the application, autonomous guided vehicles transport loaded pallets to the KZV-321. These AGVs can reach speeds of up to 1.2 metres per second and transport loads weighing up to 120 kilos. The KZV-321 then straps the pallets using MOSCA SoniXs ultrasonic technology with zero emissions and no warm-up phase. The machine can also efficiently secure stacked pallets for transport. After the pallets have been strapped and the second pallet has been placed on top, for example, by a pallet doubler, the strap lances of the KZV-321 pass through the deck boards of both pallets again to ensure a bond that protects the goods and saves resources. If necessary, the stack can be separated quickly and easily without loosening the straps on the individual pallets.

The high-performance KZV-321 machine is ideal for strapping a variety of packages ranging from plastic containers to cartons, sacks or other soft packaging. Thanks to the machine’s compact design and its ability to adjust strapping to the product height with six strap lances, the KZV-321 is suitable for use in many different sectors, including the agricultural industry or intralogistics. The strapping machine enables users to maximise available space – horizontally and vertically.

EVOLUTION SoniXs TR-6 Pro brings digitalisation to strapping

The MOSCA EVOLUTION SoniXs TR-6 Pro is also on display at the company’s exhibition stand. This high-performance strapping machine processes up to 45 packages per minute and can keep up with fast production speeds at the end of the packaging line. In addition to high throughput, the SoniXs TR-6 Pro scores points with a wide range of control options. Various parameters and strapping programs can be manually adjusted using an HMI touch panel on the machine. Thanks to an integrated network communication interface, the machine can also be controlled via a WebHMI. Additionally, machine-relevant information like availability, performance and quality can be monitored in real time. This enables operators to check the machine status regardless of time and location and to respond quickly if necessary. It also avoids malfunctions and expensive interruptions – and ensures the uncomplicated optimisation of packaging processes.

TAGS: , ,

Deixe seu comentário

0

fptttttAgribusiness requires the most efficient and reliable technology to maximize production with the lowest operating costs. This is equally true in the sprayer segment, and FPT Industrial supplies the energy needed for all phases. A benchmark in the sector, the brand’s FPT N67 engine powers the Leeb VL sprayer, recently launched by HORSCH in Brazil. The machine was presented during Tecnoshow Comigo 2022 in Rio Verde (Goiás) at the end of March.

A member of the renowned NEF Family, offering 6.7 liters of displacement, six cylinders, and 280 hp for the Leeb VL, the engine provides high torque, power, and long maintenance intervals. These attributes result in greater productivity, facilitating spraying operations.

In terms of technical characteristics, the FPT N67 features Common Rail injection and four valves per cylinder, ensuring high performance and low fuel consumption. Stage 3a compliance is attained with I-EGR (Internal Exhaust Gas Recirculation), without any additional components.

The Fixed Geometry Turbocharger (FGT) optimizes the power curve even at low RPMs, providing maximum engine performance in adverse conditions, resulting in greater operator control and machine performance, as well as better fuel efficiency.

“FPT’s technology is recognized globally, and is also a benchmark for HORSCH for its sprayers sold in Europe. With this concept, the German brand’s customers can now benefit from all the energy and productivity they need in their Brazilian operations,” says Edinilson Almeida, Product Marketing specialist at FPT Industrial. “Our focus is to develop solutions designed to provide the best customer experience.”

TAGS: , , ,

Deixe seu comentário

0

poyryÀ medida que o risco cibernético avança, as empresas devem estar atentas às ameaças para garantir uma operação segura e contínua. Neste contexto, a Pöyry, empresa internacional de engenharia, projetos e consultoria, anuncia uma parceria com a OTORIO, líder em segurança cibernética industrial, para permitir ofertas de gerenciamento de risco de OT (tecnologia operacional) de ponta a ponta, bem como de soluções de zero trust para acessos não autorizados, para combater as ameaças antes que elas ocorram.

A parceria possibilita ainda a oferta de serviços de segurança OT altamente competitivos e proativos, para que as empresas industriais se antecipem às ameaças, sem interrupções ou paralisações. Assim, a Pöyry, que já é um parceiro confiável em vários setores, está ampliando o suporte aos clientes no gerenciamento de riscos cibernéticos de OT e proteção do ciclo de vida dos ativos.

 

“Ao fornecer insights altamente focados, a OTORIO amplia a proteção da transformação digital industrial e o gerenciamento de riscos, em um contexto claro para os clientes. A parceria nos permitirá combinar a mais avançada tecnologia de segurança cibernética industrial disponível ao nosso amplo conhecimento de operações industriais, com presença local”, diz Flavio Maeda, head para os Serviços de Digitalização e Transformação Digital da Pöyry para América Latina. Dessa maneira, acrescenta, será possível proporcionar um feedback de segurança mais rápido, preciso e contínuo aos clientes.

 

Ao aproveitar a tecnologia da OTORIO, a Pöyry fornecerá aprimoramentos nas avaliações automatizadas de risco e na segurança geral, desde as linhas de produção até as máquinas, com a oferta de serviços completos e adaptados para vários setores.

 

“Esta nova parceria aproveita o melhor das duas empresas, ao combinar seus respectivos valores e profundo conhecimento da indústria. Tal complementariedade adiciona segurança e soluções OT aprimoradas para nossos clientes. Juntos, e com esforços combinados, poderemos fornecer uma experiência em segurança digital OT líder de mercado, que oferece suporte à escalabilidade para qualquer projeto e tamanho para as indústrias de processo, de energia e verticais de infraestrutura inteligente nos próximos anos”, acrescenta Daniel Bren, CEO e cofundador da OTORIO.

 

Baseada em Israel, a OTORIO projeta e comercializa a próxima geração de soluções de segurança OT e gerenciamento de risco digital. Sua equipe de gerenciamento central é composta por ex-funcionários das Forças de Defesa de Israel (IDF), que construíram e mantiveram a unidade de defesa cibernética do país. Hoje, a empresa é um fornecedor confiável para muitas marcas globais e é considerada a vanguarda da tecnologia de segurança OT. A parceria com a Pöyry foi assinada em 8 de abril de 2022.

TAGS: , ,

Deixe seu comentário

0

interplastA maior novidade da Mecalor,  na Interplast 2022,  foi a apresentação da linha de Termoreguladores de alta precisão HB-Therm, marca suíça especializada em injeção técnica nos segmentos automotivo, médico, eletroeletrônico e industrial.

“Fizemos um acordo com a empresa HB-Therm para atender com exclusividade toda a América Latina. A Interplast foi o palco ideal para esse lançamento, uma vez que a região sul é muito importante para o processo de injeção plástica de alto nível”, revela Marcelo Zimmaro, diretor comercial da Mecalor.

A Interplast ocorreu de 05 a 08 de abril, em Joinville, Santa Catarina.  A empresa também levou para a feira o DryCooler Mecalor “AluDry” versão 2022. Um equipamento, substituto das antigas torres de resfriamento industrial, traz a implementação de várias inovações que amentam a eficiência e reduzem os custos de manutenção. O público pôde conhecer ainda a linha de chillers e termochillers, no estande da Mecalor.

“Nosso objetivo é disponibilizar estas tecnologias de ponta para os transformadores de plástico da região, que contam com eficiência operacional como fator de sobrevivência hoje em dia”, afirma Zimmaro.

Para ele, a Interplast deste ano foi uma feira com menor número de visitantes, porém mais qualificados e realmente interessados nas tecnologias. “A pandemia trouxe esta evolução para os eventos presenciais. Na minha visão isso é positivo e, portanto, o evento foi um sucesso”, conclui.

TAGS: , ,

Deixe seu comentário

BUSCA

CATEGORIAS

SOBRE O BLOG INDUSTRIAL

O Blog Industrial acompanha a movimentação do setor de bens de capital no Brasil e no exterior, trazendo tendências, novidades, opiniões e análises sobre a influência econômica e política no segmento. Este espaço é um subproduto da revista e do site P&S, e do portal Radar Industrial, todos editados pela redação da Editora Banas.

TATIANA GOMES

Tatiana Gomes, jornalista formada, atualmente presta assessoria de imprensa para a Editora Banas. Foi repórter e redatora do Jornal A Tribuna Paulista e editora web dos portais das Universidades Anhembi Morumbi e Instituto Santanense.

NARA FARIA

Jornalista formada pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas), cursando MBA em Informações Econômico-financeiras de Capitais para Jornalistas (BM&F Bovespa – FIA). Com sete anos de experiência, atualmente é editora-chefe da Revista P&S. Já atuou como repórter nos jornais Todo Dia, Tribuna Liberal e Página Popular e como editora em veículo especializado nas áreas de energia, eletricidade e iluminação.

ARQUIVO

novidade máquinas exportação IBGE Perspectivas Meio Ambiente Industrial importação PIB CNI máquina Revista P&S Evento Feira Internacional da Mecânica Pesquisa inovação Artigo FIESP Investimento meio ambiente sustentabilidade máquinas e equipamentos Lançamento mercado Economia Feimafe tecnologia Feira indústria Site P&S Radar Industrial