Visite o site da P&S Visite o site do Radar Industrial Visite o site da Banas Ir para página inicial RSS

0

feiraCom atuação de 10 anos em importações para o setor de aviação executiva, empresa oferece solução completa, com serviços logísticos, operacionais, jurídicos, financeiros e tributários, que podem resultar em até 14% de economia nas aquisições

 A Cisa Trading, uma das maiores empresas de comércio exterior do País e a maior em volume de importação, apresenta, na LABACE 2016 (Latin American Business Aviation Conference & Exhibition), o maior evento de aviação executiva da América Latina, suas soluções de importação customizadas para atender às diferentes demandas das empresas do setor aéreo.

Atuando há 10 anos neste mercado, a Cisa Trading oferece serviços operacionais, logísticos, jurídicos, financeiros e tributários. Ou seja, uma solução de ponta a ponta, com coordenação de todo o processo de aquisição e de importação – o que inclui a encomenda, emissão de documentos e contratos junto ao exportador, compra, logística internacional e nacional, até o desembaraço aduaneiro e faturamento no Brasil.

“A LABACE é um evento empresarial muito exclusivo e dinâmico, porque reúne os principais players e fornecedores do mercado de aviação executiva para efetivamente fazer negócios. Por isso, consideramos esta uma excelente oportunidade para apresentar os diferenciais de nossos serviços de importação”, explica Felipe Videira, diretor executivo de Negócios da Cisa Trading.

Segundo ele, o mercado de aviação executiva no Brasil, como toda a economia, passa por um período de retração. Mas o segmento deve se recuperar com a melhora da economia, o que poderá gerar bons negócios na LABACE.

Os bons resultados do segmento nos últimos anos se justificam pela segurança propiciada pelo amplo conhecimento da empresa sobre as negociações mundiais neste setor e pelo fato da Cisa Trading integrar o grupo de empresas contempladas pelo Ato COTEPE ICMS 60/14, que possibilita que consiga reduzir em até 14% os custos de importação de aeronaves, se comparado a uma importação direta realizada por um cliente.

Com profissionais dedicados ao segmento, a Cisa oferece uma solução completa para importação de aeronaves executivas, incluindo parcerias estratégicas com os principais bancos brasileiros e estrangeiros, de forma a atender as demandas de financiamento de seus clientes.

TAGS: , , ,

Deixe seu comentário

0

entrevistaO diretor executivo da Associação Nacional da Indústria de Material de Segurança e Proteção ao Trabalho (ANIMASEG) fala sobre o panorama do mercado e as expectativas para a 21ª edição da FISP | Feira Internacional de Segurança e Proteção. Com a mais completa plataforma de negócios para segurança e saúde no trabalho, o evento acontece de 05 a 07 de outubro de 2016, no São Paulo Expo, em São Paulo, reunindo 700 expositores e 50 mil profissionais do setor.

“O País tem uma população economicamente ativa de mais de 100 milhões de trabalhadores e, portanto, tem tudo para, retomado o crescimento brasileiro, crescer com taxas superiores aos demais setores da economia. O setor de EPI´s no Brasil tem faturamento de 4,5 bilhões de reais por ano e potencial de duplicar este faturamento em poucos anos e acesso a toda tecnologia necessária para proteger adequadamente nossos trabalhadores”, comenta o executivo.

1- Como está hoje a indústria de material de segurança e proteção ao trabalhor?

A indústria de EPIs é muito dependente da situação econômica do País e é atingida diretamente com a queda do emprego e com as restrições financeiras das empresas.

Em recente levantamento da Animaseg, verificou-se uma queda média de 13% do volume de negócios em 2015, quando comparado a 2014. Entretanto, já se observa uma melhora na expectativa das empresas que esperam crescer 4% em 2016, no comparativo com 2015.

2- Quais são as alternativas para a atual conjuntura econômica? Certamente a crise atrapalhou sensivelmente as empresas do setor, mas como todo o momento difícil, também é um momento de explorar novas oportunidades, as empresas do setor têm expandido seu leque de clientes, o que a longo prazo pode trazer benefícios para todo o setor.

3- Em sua 21ª edição, a FISP se tornou um grande evento do segmento. Qual a sua importância para os profissionais do setor?

É a oportunidade dos profissionais conhecerem novos produtos e novos fornecedores para os produtos que já utilizam, pois a FISP se tornou o ponto de encontro dos profissionais de segurança no Brasil, evento obrigatório para quem está no setor de segurança e saúde do trabalho.

4- Quais serão as novidades que os visitantes poderão conferir, entre lançamentos, novas tecnologias e serviços?

Todas as empresas brasileiras e estrangeiras trarão suas novidades para a FISP, visando atender as exigências de nosso mercado em todos os níveis.

5- Além da área expositiva, o que mais o visitante vai encontrar no evento.

Uma novidade que acreditamos que será um diferencial no evento, será a participação da Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho (Fundacentro), ligada ao Ministério do Trabalho e Emprego, comemorando seus 50 anos de existência, com uma participação interativa na FISP.

6- Em sua análise, quais as perspectivas para o setor?

O setor de EPIs no Brasil vinha crescendo de 9 a 10% ao ano e, apesar da crise da economia brasileira e de seu impacto no setor, o País ainda tem uma população economicamente ativa de mais de 100 milhões de trabalhadores e, portanto, tem tudo para, retomado o crescimento brasileiro, crescer com taxas superiores aos demais setores da economia.

7- Números do setor

Mesmo com a queda da economia brasileira, somos um setor com faturamento de 4,5 bilhões de reais por ano e com potencial de duplicar este faturamento em poucos anos. Temos em nosso mercado empresas locais, multinacionais, importadores e acesso a toda tecnologia necessária para proteger adequadamente nossos trabalhadores. Acreditamos que o País deva investir mais em educação, visando melhorar a conscientização de que a prevenção é sempre o melhor caminho e o de menor custo.

Serviço

21ª FISP | Feira Internacional de Segurança e Proteção

Evento Simultâneo: 12ª FIRE SHOW | International Fire Fair

 Data: 05 a 07 de outubro de 2016, das 13h às 21h

Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center
Endereço: Rodovia dos Imigrantes, Km 1,5 – São Paulo – SP – Brasil
Transporte gratuito: Rua Nelson Fernandes, 450 – Acesso pelo Terminal Rodoviário Jabaquara
* Evento gratuito para profissionais do setor

Mais informações: www.fispvirtual.com.br

 

TAGS: , , , ,

Deixe seu comentário

0

fair

A Pet Fair Asia 2016 será realizada em Xangai de 18 a 21 de agosto deste ano. As empresas brasileiras do setor de produtos e serviços para animais de estimação estarão no Pavilhão Brasileiro, localizado no Hall 3 e no estande J2121, para apresentar novidades relacionadas a Pet Food e Pet Care. A iniciativa é do Projeto Pet Brasil, desenvolvido pela Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) para incentivar as relações comerciais entre empresas nacionais e internacionais. Os 78 m2 do espaço servirão para aproximar o mercado chinês das indústrias brasileiras, que em 2015 exportaram US$ FOB 351,4 milhões, por conta de sua alta especialização e procedimentos rigorosos de produção.

São esperados na edição deste ano mais de 40 mil visitantes, que poderão conferir as novidades de mais de 800 expositores de todo o mundo. A feira ocupa atualmente uma área total de 71 mil m2 e tem quase 20 anos de história, sendo que a primeira edição foi realizada em 1997, em Hong Kong. De acordo com os organizadores da feira, a China tem cerca de 39 milhões de cães e gatos e 168,5 milhões de peixes. Em termos totais, levando em conta todos os tipos de pets, é uma população de 289 milhões de bichos, a maior do mundo.

O faturamento do mercado pet mundial é, hoje, de US$ 102,2 bilhões, valor alcançado graças ao 1,56 bilhão de animais de estimação. O Brasil é o terceiro maior, com 5,3% desse valor, atrás dos Estados Unidos (42%) e do Reino Unido (6,7%). O país tem também a 4º maior população de animais de estimação do globo, com 132,4 milhões de pets, atrás da já citada China, dos Estados Unidos, com 226 milhões, e do Reino Unido, com 146,6 milhões. Essa alta representatividade do país no mundo é devida ao reconhecimento dos pets como membros da família e à alta especialização dos fabricantes nacionais.

A seguir, confira as empresas brasileiras que estarão na feira e seus produtos:

Matsuda

A Matsuda, fundada em 1948, é uma das maiores empresas do setor do agronegócio brasileiro. Com sede em Álvares Machado (SP) e fábricas em Cuiabá (MT), São Sebastião do Paraíso (MG) e Pecém (CE), além de filiais em Goiânia (GO), Vitória da Conquista (BA), Imperatriz (MA) e um laboratório veterinário em Jacareí (SP), a companhia tem pontos de distribuição em todo Brasil, além da presença internacional em mais de 19 países.

A Matsuda produz itens para a linha pet desde o ano 2000, por meio da divisão Matsuda Pet. São dessa marca as linhas de ração para cães Standart (Nhac e Thor), Premium (Vittamax) e Super Premium (M-Line), além de snacks, latinhas e medicamentos como vermífugos, anticarrapaticidas e uma solução para a limpeza de orelhas. De acordo com Marco Nastari, gerente comercial da Matsuda, a motivação para a participação no evento é o forte potencial de atrair parceiros para o início de alianças comerciais na região. O destaque da empresa na Pet Fair Asia será sua linha de ração Premium Vittamax. “Nossa inovação é a versão Vittamax Natural, que usa ingredientes naturais em sua composição”, conclui Nastari.

Nutrire

A Nutrire, com sede em Garibaldi (RS) e outra unidade em Poços de Caldas (MG), produz alimentos para cães e gatos desde 2001. Seus produtos estão disponíveis nas linhas de alimentos Standard, Premium e Premium Especial. A empresa exporta para mais 15 países. “Em 2015 as vendas para o exterior representaram uma porcentagem expressiva do faturamento. A perspectiva é que esse percentual aumente nos próximos anos”, afirma Giane Danielli, Gestora de Importação e Exportação.

De acordo com Giane, a Nutrire investe constantemente em tecnologia e utiliza matérias-primas aprovadas pelas análises de qualificados laboratórios. “Até a entrega dos produtos nos pontos de venda, todos os processos são realizados de acordo com as novas normas de boas práticas de fabricação”, comenta. Ela considera que a Pet Fair Asia é uma das feiras internacionais mais importantes para o segmento e diz que, nesse evento, a Nutrire encontrará oportunidades para conhecer tendências e novidades e, consequentemente, aprimorar o desenvolvimento de seus alimentos. Outro ponto de destaque é que a feira serve como uma vitrine que confere grande visibilidade a seus produtos para o mercado mundial. A empresa irá expor na Pet Fair Asia as linhas de pet food Monello, Birbo, Bandit, Comanche e Bolt.

Pet Society

A Pet Society, fundada em 2004, é uma das mais reconhecidas marcas de higiene, embelezamento e saúde animal do mercado brasileiro. A empresa exporta há 10 anos e está presente em países como Angola, Bélgica, Canadá, Chile, Colômbia, República Tcheca, Peru, Portugal, Taiwan, Reino Unido, Estados Unidos e Uruguai. Em 2015 inaugurou a sua subsidiária nos Estados Unidos, a Megamazon USA, e já está produzindo parte dos seus produtos na Flórida. Há muitos anos a Pet Society é membro da Associação Americana de Produtos do Animal de Estimação (APPA).

A empresa comercializa seus produtos nos mercados da China e Taiwan há cinco anos, e já participou da Pet Fair Asia outras vezes. “Em 2015, estivemos presentes no evento representados pela equipe da nossa  distribuidora de Taiwan”, afirma Fernando Martini, diretor de negócios da Pet Society. Na edição deste ano, a Pet Society irá expor a versão da linha Megamazon com um conceito muito mais eco-friendly, além de outros produtos da Pet Society. “Na Pet Fair Asia, nosso principal objetivo é exibir ao mercado local nossa linha de produtos e sua excelente performance. Estamos em busca de novos parceiros na Ásia e Oceania em países como Coreia do Sul, Japão, Malásia, Indonésia, Austrália e para isso, vamos usar o evento para ampliarmos o nosso networking, procurando estabelecer contato com novos distribuidores interessados”, diz Martini.

Special Dog

A Special Dog tem origem em uma empresa de beneficiamento de café e arroz fundada em 1967 em Santa Cruz do Rio Pardo (SP). Em 2001, a empresa inaugurou sua indústria de pet food e criou a marca Special Dog, que tem atualmente 13 produtos, comercializados nos estados de São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Mato Grosso do Sul.

Na Pet Fair Asia, a Special Dog mostrará ao mercado chinês os alimentos para cães e gatos das Linhas Premium e Super Premium. De acordo com Rafael Venanzoni, gerente de exportação da empresa, o objetivo da participação na feira é conhecer o potencial do mercado local e possíveis distribuidores. “O mercado chinês exige níveis de certificação. Sendo assim, vamos passar por uma auditoria este ano, para que possamos atuar nele”, explica. Ele também diz que a feira será importante para fazer contatos com distribuidores de países da região.

Serviço:

Pavilhão Brasileiro na Pet Fair Asia 2016

De 18 a 21 de agosto de 2016

Hall 3, estande J2121, SWEECC – Shanghai World Expo Exhibition And Convention Center

Guozhan Road, 1099, Xangai – China

 

TAGS: , , ,

Deixe seu comentário

0

metalokCom o  objetivo de demonstrar na prática como a automação pneumática pode contribuir para aplicação do conceito da Indústria 4.0 ou Indústria Inteligente, usando como base os conceitos de IoT (Internet of Things, Internet das Coisas) e M2M (Machine 2 Machine, Máquina a Máquina), a Metal Work participou de  uma simulação de Manufatura Avançada, com participação de mais de 20 empresas e apoio de diversas instituições, na FEIMEC 2016, que aconteceu no período de 3 a 7 de maio, no São Paulo Expo, em São Paulo.

De acordo com Hernane Cauduro, diretor da empresa, a Metal Work disponibilizou uma solução para manipulação com a presença dos itens: guia linear robusta para altas velocidades série LEPK, cilindro sem haste, pinça com curso longo e regulável série GPLK, unidade de tratamento de ar completa e compacta série ONE, ilha de válvulas com protocolo de comunicação Profinet I/O e módulo de entradas e saídas série Clever Multimach.”Todos estes itens – explica Cauduro –  foram  integrados a uma estrutura em perfis de alumínio, mostrando que podemos fornecer a solução completa”.

O CONCEITO

Manufatura Avançada, Indústria 4.0, Smart Manufacturing  são termos que, de acordo com Cauduro, têm o mesmo significado, com origem em países diferentes, e se referem à Quarta Revolução Industrial, onde os processos de manufatura  passam a contar  com maior autonomia, inteligência  e flexibilidade, usando recursos e tecnologias como: Internet das Coisas, realidade virtual, comissionamento virtual, M2M – Comunicação Máquina-Máquina, elementos de automação de última geração que permitem alta flexibilidade e inúmeras possibilidades de configurações, aliados a protocolos de comunicação flexíveis, revolucionando  os processos de manufatura e proporcionando saltos  nos índices de produtividade a tal ponto a impactar a tendência de deslocamento  do eixo  da  indústria de transformação, que vem  se  transferindo  na direção  de países como  China,  Índia  e outros com mão de obra abundante e muito barata.

“Este  modelo – explica – estará próximo aos  centros consumidores, com  infraestrutura de Internet em alta velocidade,  logística compatível  com a velocidade da nova ordem, mão de obra com  alta qualificação,  com  padrões de vida e sustentabilidade compatíveis a uma sociedade moderna  cada vez  mais exigente  pelo acesso  às tecnologias”.

O Demonstrador de Manufatura Avançada foi uma iniciativa da ABIMAQ – Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos, por meio do esforço de 23 empresas do segmento da automação industrial  instaladas no Brasil, junto com instituições voltadas ao desenvolvimento  de tecnologia, no sentido de demonstrar que seria possível construir uma linha de produção para demonstrar sua aplicabilidade, gerando  um salto  nos padrões de produtividade tão necessários para alterar a capacidade de competição da indústria brasileira.

À Metal Work, de acordo com Cauduro, coube uma parte no sistema voltada a manipular produtos que, por ventura, apresentassem  algum tipo  de defeito durante a sua confecção, seja por leitura de código ou falha na usinagem ou dimensional, e devessem ser descartados  da linha.

Graças ao sistema construtivo  da família VLock  da Metal Work altamente flexível, que   permite se acoplar e fixar de forma rápida os  mais diversos elementos  sem a necessidade de nenhuma construção dedicada, admitem-se muitas formas e posições para acoplamento rápido, para diversos tipos de atuadores pneumáticos, eixos elétricos, pinças, guias lineares, mesas rotativas entre outros.

“Contando  com essa flexibilidade – conclui Cauduro – após dimensionamento e especificação via software Easy Robotic da Metal Work,  pudemos montá-lo em poucas  horas, usando estruturas de máquina perfis de alumínio, o que permitiu  várias simulações de configurações junto à linha de forma  pratica, montando e reconfigurando, para buscar  a melhor posição sem a necessidade de simulação virtual”.

 

 

TAGS: , , , ,

Deixe seu comentário

0

feiraA TÀ PAGO, que disponibiliza uma sistema de gerenciamento de benefícios via celular, estará presente na feira Cards, Payment & Identification 2016, que será realizada de 15 a 17 de junho no Expo Center Norte, em São Paulo. A empresa aproveitará a oportunidade para lançar um novo serviço: o Private Label Mobile para grandes redes de varejo. O modelo, que está sendo testado junto a uma instituição da cidade de Pompéia, no interior de São Paulo, concentra toda a operação no celular, eliminando a necessidade de um cartão, além de reduzir custos.

“Estamos animados em participar da Cards, onde teremos um espaço de demonstração da nossa tecnologia. Um dos destaques será a nossa solução de pagamento mobile em um terminal de autoatendimento (“self-checkout”). Queremos reforçar o nosso posicionamento como uma empresa de mobile wallet”, afirma Vinicius Amorim, CEO da TÁ PAGO.

Atualmente, a empresa adota o modelo de pré-pago, em que o usuário compra créditos que são utilizados em uma rede conveniada – cerca de 250 estabelecimentos em Marília (SP). Outra oferta da TÁ PAGO é a gestão de benefícios trabalhistas, por meio de TÁ PAGO Alimentação, TÁ PAGO Refeição, TÁ PAGO Combustível e Convênio TÁ PAGO. “O grande diferencial em relação à nossa concorrência são as taxas mais baixas de administração – 3% contra 5% à 9% de outras companhias que atuam nesse setor de benefícios. Pela TÁ PAGO, é possível que o trabalhador tenha todos os benefícios em contas separadas e independentes, porém em um único aparelho celular”, ressalta Amorim.

Para 2016, a empresa espera expandir sua operação na região de Marília e Bauru, com possibilidades de ampliar a atuação em Jundiaí e incorporar o mercado de Campinas. “Nosso sistema é simples, seguro e contempla todos os modelos de celulares, com a facilidade de receber uma senha via SMS para informar o lojista e finalizar a operação”, explica o CEO da TÁ PAGO.

De acordo com o executivo, o consumidor é cada vez mais mobile. “Hoje em dia, ninguém mais sai de casa sem o celular; caso o esqueça, volta para buscá-lo. Já quando esquecemos a carteira, acabamos pegando dinheiro emprestado com alguém. Portanto, nada mais prático do que nosso aparelho celular ser nossa própria carteira”, ressalta Amorim.

Serviço

Feira Cards
Dias: 15 a 17 de junho de 2016
Local: Expo Center Norte – Pavilhão Azul
Endereço: Rua José Bernardo Pinto, 333, Vila Guilherme

 

TAGS: , , , ,

Deixe seu comentário

0

faceO setor italiano de máquinas, equipamentos e insumos para fundição estará presente na 16ª FENAF – Feira Latino-Americana de Fundição, que acontece de 28 de setembro a 01 de outubro de 2015, no Expo Center Norte, em São Paulo.

A Itália é o principal fornecedor do Brasil neste setor, respondendo, atualmente, por 16,2% de tudo o que o Brasil importa na área, de um total de aproximadamente 200 milhões de euros por ano. Presente desde a sétima edição do evento, o Pavilhão Italiano reúne nove empresas que visam aumentar o intercâmbio comercial no Brasil e na América Latina, além de promover parcerias tecnológicas e a troca de informações. Entre as empresas participantes, figuram fabricantes de fornos industriais, linhas automáticas de fundição, equipamentos de fundição por gravidade e baixa pressão, equipamentos de fundição sob pressão, máquinas de jato de granalha, processos de acabamento, moldes e matrizes e produtos para a fundição de metais ferrosos e não ferrosos. São elas: CIME, COLOSIO, EUROMAC, I.M.F. GROUP, IDRA, MAGALDI INDUSTRIE, MAUS, OMSG e SOGEMI.

Segundo Ronaldo Padovani, analista para o setor do ITA – Italian Trade Agency, o Brasil está entre os dez principais mercados para os fabricantes italianos de máquinas, equipamentos e insumos para fundição. “Com uma produção de 2,7 milhões de toneladas (2014), o Brasil é o oitavo maior produtor mundial de fundidos. Desta produção, cerca de 15% são exportados. É também grande protagonista no setor de veículos automotores ocupando a 8ª posição na frota mundial de veículos, sendo o 4º maior mercado do mundo. Nosso objetivo é consolidar ainda mais a parceria Brasil-Itália, desenvolvendo o setor e oferecendo soluções para toda a cadeia”, afirma o executivo. A iniciativa é organizada pelo ITA – Italian Trade Agency (Agência para a Internacionalização das Empresas Italianas/ Departamento para a promoção de intercâmbios da Embaixada da Itália), em colaboração com a AMAFOND (Associação Italiana dos Fornecedores de Máquinas e Produtos para Fundição).

 

A INDÚSTRIA ITALIANA DE FUNDIÇÃO

A indústria italiana de máquinas e equipamentos para fundição é composta por cerca de 150 empresas, em sua grande maioria de pequeno e médio porte, condição que lhes dá flexibilidade, dinamismo e, sobretudo, especialização em suas áreas de atuação. Trata-se de um sistema produtivo capaz de desenvolver o que há de mais avançado em todos os segmentos dedicados à fundição de metais e que, aliados a modernos comandos eletrônicos, instalados em cerca de 90% de todos os equipamentos fabricados na Itália, resultam em fundidos com a máxima qualidade atualmente existente e que contribuem para a geração de mitos como a Ferrari.

O padrão de desenvolvimento atingido pela indústria italiana não foi gerado exclusivamente por meio da intensa parceria com as fundições italianas, mas também com as principais empresas do planeta. Prova disso é o fato de85% das empresas italianas do setor serem exportadoras, de modo que cerca de 61% do faturamento desta indústria de máquinas, equipamentos e insumos são realizados no exterior.

O segmento de tecnologia para fundição tem um mercado bastante diversificado e que segue a distribuição da indústria automobilística pelos cinco continentes, tendo os Estados Unidos como principal mercado, seguido por Alemanha e China.

 

SERVIÇO
Pavilhão Italiano na FENAF 2015 –
16ª Feira Latino-Americana de Fundição

Estande C03

28 de setembro a 01 de outubro de 2015
Segunda a quinta-feira, das 13h às 20h

Local: Pavilhão Expo Center Norte, São Paulo – SP (Brasil)

Rua José Bernardo Pinto, 333 – Vila Guilherme/ CEP: 02055-000

Saiba mais: www.ice-sanpaolo.com.br/fenaf_2015 * www.facebook.com/ICEBrasil

 

TAGS: , ,

Deixe seu comentário

0

xeroxTrês equipamentos vencedores do Must See EMS 2015 serão apresentados.

Para gráficas e empresas que produzem materiais gráficos e buscam maneiras de se tornarem mais automatizadas, produtivas e personalizadas, o estande da Xerox na Graph Expo é uma parada essencial para os visitantes da feira, que acontece entre os dias 13 e 16 de setembro, em Chicago, nos Estados Unidos.

A Xerox irá mostrar uma variedade de tecnologias de impressão digital, cores de alta qualidade, soluções de fluxo de trabalho e ferramentas para o desenvolvimento de negócios que permitem às gráficas e empresas aproveitarem as oportunidades no mercado de produção digital em cores, que está em acelerado crescimento. A projeção é de crescimento global, de cerca de 460 bilhões de páginas impressas, atualmente, para 725 milhões de páginas até 2018, segundo dados do InfoTrends.

“O mercado de impressão está presenciando um renascimento na forma como os consumidores respondem aos fornecedores de impressão, que estão experimentando um ressurgimento similar em sua produtividade, qualidade de saídas e customização”, disse Robert Stabler, vice-presidente sênior e gerente geral, da divisão Global Graphic Communications Business Group da Xerox. “Para ajudá-los a impulsionar o crescimento, trabalhar melhor e continuar a transformar suas operações, estamos fornecendo os mais recentes avanços na tecnologia de impressão digital, arte, desenvolvimento de aplicações e soluções de fluxo de trabalho que aumentam drasticamente a eficiência.”

Entre os produtos em exposição no estande da Xerox, três são vencedores do MUST SEE ‘EMS 2015 – premiação que avalia os equipamentos mostrados pela primeira vez em solo americano. A Xerox iGen® 5 e a Xerox Rialto ™ 900 Inkjet levaram para “casa” honras após exibição do desempenho na sala de imprensa do evento: na categoria Digital Press, enquanto o Xerox FreeFlow® Core Cloud venceu nas categorias de Prepress e Premedia.

A iGen 5 combina a plataforma de produção digital mais rentável da indústria, ainda uma quinta opção de cor, vários níveis de velocidade e é líder de mercado de impressão rápida. A Rialto 900 é o menor equipamento no mundo com solução de jato de tinta totalmente integrada.

 

“Novas oportunidades é o tema para os recentes anúncios da Xerox”, disse Jim Hamilton, diretor do grupo, InfoTrends. “A quinta opção de cor na iGen 5 tem aplicação imediata para a reprodução de cores de marcas corporativas com mais precisão, mas também antecipa o que outras cores ou efeitos especiais da Xerox poderão apresentar no futuro. A Rialto ‘conversa’ com a oportunidade e mostra como os usuários podem tirar proveito de sua velocidade e colher os benefícios da alta produtividade desta tecnologia tendo em conta a relação custo x benefício”.

 

 

A nova solução FreeFlow Core Cloud torna a automação mais fácil do que nunca. Não há hardware para instalar ou manter e não é necessário nenhum suporte de TI no local. O FreeFlow Core Cloud remove os obstáculos daautomatização, possibilitando aos clientes aumento na produtividade. Algumas soluções de nuvem (cloud) novas e adicionais, que também estarão em exibição no evento, incluem o Xerox FreeFlow Digital Publisher Cloud e XMPie® StoreFlow Cloud.

 

 

TAGS: ,

Deixe seu comentário

0

foodEvento reúne profissionais do setor alimentício, que cresceu 9,27% em 2014, e do setor farmacêutico, cujo faturamento subiu 11,4% no mesmo período.

 

Este ano, a 19º Food Ingredients South America (FiSA), mais completo ponto de encontro da indústria de ingredientes alimentícios da América Latina, que antes acontecia no começo de agosto, agora será de 25 a 27 de agosto, e também em novo local, no Transamerica Expo Center, em São Paulo. Paralelamente, haverá a Health ingredients South America, com uma conferência exclusiva voltada ao segmento de alimentos funcionais. Também acontece simultaneamente a Pharma ingredients South America, na qual estarão os principais desenvolvedores de insumos para a indústria farmacêutica.

 

Há quase duas décadas no mercado, a feira é reconhecida como estratégica na América Latina, para toda a cadeia de suprimentos do setor, pois aproxima os fabricantes de ingredientes, distribuidores e desenvolvedores do produto final, que buscam diferenciação em um mercado altamente competitivo. “Participar da FiSA é estar no principal evento de negócios e atualização para profissionais das indústrias alimentícia e farmacêutica da América Latina”, avalia Fernando Alonso, gerente do evento. A previsão de público para esta edição é de 13 mil visitantes. Desse total, a forte participação internacional é um dos principais destaques. Em sua última edição, representantes de 35 países estiveram presentes (60% da América Latina) e em contato com 700 marcas expositoras. Além da visitação, a feira recebe pavilhões internacionais da Turquia, dos EUA, da China e também o International Pavillion, composto por empresas da Lituânia, da Alemanha, da França, entre outros.

 

A expectativa não poderia ser melhor. O evento reúne os participantes de um setor que apenas em 2014 teve crescimento de 9,27% em seu valor de produção, de acordo com a Associação Brasileira das Indústrias de Alimentação (Abia). Segundo a entidade, o faturamento total somente para o segmento atendido pela FiSA foi de R$ 529,6 bilhões. Laboratórios farmacêuticos, setor atendido pela Pharma, aumentaram 11,4% no faturamento em 2014, de acordo com a consultoria IMS Health.

 

Os visitantes ainda se beneficiam do acesso ao Ingredients Network, gratuito 365 dias por ano. Pela plataforma online, é possível encontrar uma base mundial de fornecedores de ingredientes alimentícios. Haverá também uma conferência  técnica, cuja grade será divulgada em breve.

 

O credenciamento para o evento, online e gratuito, já está disponível. No local, a partir do primeiro dia de feira, o acesso terá custo de R$ 50.

 

Decisão de compra

A FiSA garante aos expositores e visitantes um público qualificado, já que em 2014 86% dos presentes tinham participação no processo de compra de suas empresas e 40% dessas pessoas estavam ligadas à decisão final. Gerentes e superintendentes eram 23% dos visitantes; CEOs, diretores, presidentes e vice-presidentes, 17%; executivos, coordenadores, analistas e assistentes mais 34%. Sócios proprietários, 6%.

 

Fi Excellence Awards

O Fi Excellence Awards homenageará os profissionais e empresas pela capacidade de demonstrar e incentivar a inovação, e por sua contribuição para a indústria. O prêmio, organizado anualmente em paralelo com a FiSA, reconhecerá grandes inovações na indústria de alimentos em quatro categorias: “Ingrediente Alimentício Mais Inovador”, “Ingrediente Funcional Mais Inovador”, “Produto Final Mais Inovador” e “Produto Final Funcional Mais Inovador”. Os vencedores serão anunciados no coquetel que ocorre no primeiro dia do evento.

 

Innovation Tour

Os visitantes da Feira terão a oportunidade de participar de uma visita guiada com passagem pelo espaço New Products Zone, no qual será possível ver os destaques em inovação do próximo ano. Os participantes da conferência terão direito à visita, e aos demais será possível comprar o ticket pelo site ou no local. O Innovation Tour acontecerá todos os dias da Feira em dois horários, das 14h às 15h e das 18h às 19h.

 

Seminar Sessions

Os visitantes terão acesso a sessões gratuitas em um miniauditório localizado dentro da área de exposição, ministradas pelos expositores, que apresentarão as novidades recentes sobre os novos produtos e tecnologias.

 

Rodadas de Negócios

Expositores e visitantes poderão se reunir com compradores e vendedores de seus segmentos em reuniões neste espaço nos dias de evento, das 15h às 19h. Será possível escolher entre os temas vinculados a Fi, Hi, Pharma ou regulamentação. As inscrições serão abertas em breve.

 

Serviço:

19ª Food ingredients South America

De 25 a 27 de agosto de 2015, das 13h às 20h

Local: Transamérica Expo Center

Av. Dr. Mário Villas Boas Rodrigues, 387 – Santo Amaro – São Paulo (SP)

Site: www.fi-events.com.br

O credenciamento, online e gratuito, já está disponível. No local, a partir do primeiro dia de feira, o acesso terá custo de R$ 50.

TAGS: ,

Deixe seu comentário

0

sigEmpresa aposta na geração de conhecimento para agregar mais valor para as indústrias de leite longa vida do País

A ABLV (Associação Brasileira da Indústria de Leite Longa Vida) e G100 (Associação Brasileira de Pequenas e Médias Cooperativas e Empresas de Laticínios) realizaram, em 28 de abril, o 1º workshop “Sobre Avaliação de Riscos – Um olhar rigoroso sobre a origem, coleta, análise e seleção da matéria-prima, desde a fonte até a plataforma da indústria”, em Passo Fundo (RS).

O patrocínio e participação da SIG Combibloc neste workshop reforça o comprometimento da empresa com a geração de valor para a cadeia produtiva do leite. Milhões de produtos, em embalagens longa vida, chegam todos os dias à mesa dos consumidores brasileiros. Por isso, é essencial ter um rigoroso controle na recepção da matéria-prima nas plataformas das indústrias para que o leite longa vida tenha sua imagem preservada e livre de qualquer problema relacionado à qualidade e credibilidade.

O workshop, com foco nos gestores dos departamentos de qualidade e industrial e que conta com palestrantes de renome do setor, também será realizado em outros quatro Estados – São Paulo, Goiás, Minas Gerais e Pernambuco – entre os meses de maio e agosto. Assim como no Estado do Rio Grande do Sul, espera-se uma notável participação das principais indústrias destas regiões e proximidades.

 

TAGS: , , , ,

Deixe seu comentário

0

finanvasCom o objetivo de ampliar as novas condições especiais oferecidas pela linha BNDES Automático e o novo programa BNDES MPME Inovadora, o Departamento de Micro, Pequena e Média Indústria (Dempi) da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), realizará no dia 17 de novembro, o Seminário Finanças e Financiamento – Viabilizando Investimento nas Pequenas e Médias Empresas.

O seminário trará linhas e programas de financiamento como uma oportunidade para as instituições financeiras apresentem suas estratégias de atendimento.  Também serão abordadas formas para melhoria da comunicação entre empresas e bancos.

Terá painéis e palestras com informações importantes para empreendedores e empresários em busca de formas para melhoria de acesso a essas linhas de crédito. Entre os participantes estão diretores e superintendentes dos bancos Bradesco, Santander, Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e Desenvolve SP, abordando “Estratégia das instituições para atender às PMEs”. O BNDES discutirá  soluções para Pequenas e Médias.

Paralelamente ao encontro, será oferecida a Sala de Crédito, com atendimento empresarial e financeiro exclusivo. A ideia é informar e orientar sobre linhas de financiamento de longo prazo, facilitar o acesso ao crédito, orientar de forma estratégica as demandas de financiamento das micro, pequenas e médias indústrias, quanto a aquisição de máquinas e equipamentos; construção ou reforma de instalações; projetos de pesquisas e desenvolvimento; exportação; projetos de sustentabilidade; capital de giro e compra de matéria-prima.

Para mais informações e inscrições acesse o site http://www.fiesp.com.br/agenda/seminario-financas-e-financiamneto-viabilizando-investimentos-nas-pequenas-e-medias-empresas/

 

TAGS: , ,

Deixe seu comentário

BUSCA

CATEGORIAS

SOBRE O BLOG INDUSTRIAL

O Blog Industrial acompanha a movimentação do setor de bens de capital no Brasil e no exterior, trazendo tendências, novidades, opiniões e análises sobre a influência econômica e política no segmento. Este espaço é um subproduto da revista e do site P&S, e do portal Radar Industrial, todos editados pela redação da Editora Banas.

TATIANA GOMES

Tatiana Gomes, jornalista formada, atualmente presta assessoria de imprensa para a Editora Banas. Foi repórter e redatora do Jornal A Tribuna Paulista e editora web dos portais das Universidades Anhembi Morumbi e Instituto Santanense.

NARA FARIA

Jornalista formada pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas), cursando MBA em Informações Econômico-financeiras de Capitais para Jornalistas (BM&F Bovespa – FIA). Com sete anos de experiência, atualmente é editora-chefe da Revista P&S. Já atuou como repórter nos jornais Todo Dia, Tribuna Liberal e Página Popular e como editora em veículo especializado nas áreas de energia, eletricidade e iluminação.

ARQUIVO

negócios infraestrutura máquinas exportação Perspectivas IBGE importação PIB CNI máquina Revista P&S Evento Feira Internacional da Mecânica Pesquisa inovação Artigo Investimento FIESP meio ambiente sustentabilidade Lançamento máquinas e equipamentos mercado Economia tecnologia Feimafe Site P&S Radar Industrial Feira indústria