Visite o site da P&S Visite o site do Radar Industrial Visite o site da Banas Ir para página inicial RSS

0

Fotos produzidas por terceirosOs empresários de pequenos negócios terão uma linha de crédito especial de valor correspondente a até 30% de sua receita bruta obtida no ano de 2019. O Senado Federal aprovou o Projeto de Lei 1.282/2020, que já havia sido analisado na quarta-feira (22) pela Câmara dos Deputados, como forma de substitutivo da deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), e retornou à análise dos senadores por causa das mudanças feitas no texto original. O texto agora segue para sanção do presidente Jair Bolsonaro.

O senador Jorginho Mello (PL-SC) foi o responsável pela apresentação projeto, que institui o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe), tendo como relatora a senadora Kátia Abreu (PP-TO), que acatou as mudanças feitas pela Câmara. Os deputados propuseram que o programa especial desse um crédito no valor total de R$ 10,9 bilhões para fortalecer as micro e pequenas empresas em meio à crise econômica e à pandemia de Covid-19. Em seu relatório, a deputada Joyce Hasselmann (PSL-SP) ampliou o aporte de crédito da União para R$ 15,9 bilhões, em acordo feito com o ministro da Economia, Paulo Guedes.

Na votação desta sexta-feira (24), o projeto foi aprovado por unanimidade, com 74 votos dos senadores. Na ocasião, a senadora Kátia Abreu elogiou a deputada Joyce Hassselmann, que fez algumas mudanças na proposta em conjunto com a relatora. “Ela não fez nada sem nos consultar, mostrando desprendimento”, observou Kátia Abreu. “Todas nossas sugestões de modificações foram incluídas pela deputada, que também acrescentou coisas maravilhosas”, explicou a senadora.

Para o presidente do Sebrae, Carlos Melles, a aprovação do projeto pelo Senado foi mais uma vitória dos pequenos negócios, depois de a proposta ter passado pela Câmara. “O Sebrae, em diversas parcerias, fez uma grande mobilização para montar uma estratégica rede de proteção emergencial a todo segmento”, explicou Melles, ressaltando ainda que os Microempreendedores Individuais (MEI) foram beneficiados com um socorro emergencial de R$ 600 que atende parcialmente o setor. “Para os pequenos negócios estamos trabalhando em várias frentes para ofertar crédito em condições mais favoráveis”, ressalta o presidente do Sebrae.

Entre as mudanças relevantes na política em prol dos pequenos negócios está tornar o Pronampe uma política permanente de apoio do segmento e, não mais um programa emergencial. Outra alteração importante foi a substituição do BNDES pelo Banco do Brasil como instituição financeira gestora do fundo garantidor dos empréstimos. Entre outros benefícios está a diminuição da taxa de juros. De acordo com a proposta, ela será de 1,25% ao ano, mais a taxa Selic que, tende a decrescer e ficar entre 1,75% e 2,5%, até o final do ano. A carência também foi ampliada, de 6 para 8 meses.

TAGS: , , ,

Deixe seu comentário

0

fair

A Pet Fair Asia 2016 será realizada em Xangai de 18 a 21 de agosto deste ano. As empresas brasileiras do setor de produtos e serviços para animais de estimação estarão no Pavilhão Brasileiro, localizado no Hall 3 e no estande J2121, para apresentar novidades relacionadas a Pet Food e Pet Care. A iniciativa é do Projeto Pet Brasil, desenvolvido pela Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) para incentivar as relações comerciais entre empresas nacionais e internacionais. Os 78 m2 do espaço servirão para aproximar o mercado chinês das indústrias brasileiras, que em 2015 exportaram US$ FOB 351,4 milhões, por conta de sua alta especialização e procedimentos rigorosos de produção.

São esperados na edição deste ano mais de 40 mil visitantes, que poderão conferir as novidades de mais de 800 expositores de todo o mundo. A feira ocupa atualmente uma área total de 71 mil m2 e tem quase 20 anos de história, sendo que a primeira edição foi realizada em 1997, em Hong Kong. De acordo com os organizadores da feira, a China tem cerca de 39 milhões de cães e gatos e 168,5 milhões de peixes. Em termos totais, levando em conta todos os tipos de pets, é uma população de 289 milhões de bichos, a maior do mundo.

O faturamento do mercado pet mundial é, hoje, de US$ 102,2 bilhões, valor alcançado graças ao 1,56 bilhão de animais de estimação. O Brasil é o terceiro maior, com 5,3% desse valor, atrás dos Estados Unidos (42%) e do Reino Unido (6,7%). O país tem também a 4º maior população de animais de estimação do globo, com 132,4 milhões de pets, atrás da já citada China, dos Estados Unidos, com 226 milhões, e do Reino Unido, com 146,6 milhões. Essa alta representatividade do país no mundo é devida ao reconhecimento dos pets como membros da família e à alta especialização dos fabricantes nacionais.

A seguir, confira as empresas brasileiras que estarão na feira e seus produtos:

Matsuda

A Matsuda, fundada em 1948, é uma das maiores empresas do setor do agronegócio brasileiro. Com sede em Álvares Machado (SP) e fábricas em Cuiabá (MT), São Sebastião do Paraíso (MG) e Pecém (CE), além de filiais em Goiânia (GO), Vitória da Conquista (BA), Imperatriz (MA) e um laboratório veterinário em Jacareí (SP), a companhia tem pontos de distribuição em todo Brasil, além da presença internacional em mais de 19 países.

A Matsuda produz itens para a linha pet desde o ano 2000, por meio da divisão Matsuda Pet. São dessa marca as linhas de ração para cães Standart (Nhac e Thor), Premium (Vittamax) e Super Premium (M-Line), além de snacks, latinhas e medicamentos como vermífugos, anticarrapaticidas e uma solução para a limpeza de orelhas. De acordo com Marco Nastari, gerente comercial da Matsuda, a motivação para a participação no evento é o forte potencial de atrair parceiros para o início de alianças comerciais na região. O destaque da empresa na Pet Fair Asia será sua linha de ração Premium Vittamax. “Nossa inovação é a versão Vittamax Natural, que usa ingredientes naturais em sua composição”, conclui Nastari.

Nutrire

A Nutrire, com sede em Garibaldi (RS) e outra unidade em Poços de Caldas (MG), produz alimentos para cães e gatos desde 2001. Seus produtos estão disponíveis nas linhas de alimentos Standard, Premium e Premium Especial. A empresa exporta para mais 15 países. “Em 2015 as vendas para o exterior representaram uma porcentagem expressiva do faturamento. A perspectiva é que esse percentual aumente nos próximos anos”, afirma Giane Danielli, Gestora de Importação e Exportação.

De acordo com Giane, a Nutrire investe constantemente em tecnologia e utiliza matérias-primas aprovadas pelas análises de qualificados laboratórios. “Até a entrega dos produtos nos pontos de venda, todos os processos são realizados de acordo com as novas normas de boas práticas de fabricação”, comenta. Ela considera que a Pet Fair Asia é uma das feiras internacionais mais importantes para o segmento e diz que, nesse evento, a Nutrire encontrará oportunidades para conhecer tendências e novidades e, consequentemente, aprimorar o desenvolvimento de seus alimentos. Outro ponto de destaque é que a feira serve como uma vitrine que confere grande visibilidade a seus produtos para o mercado mundial. A empresa irá expor na Pet Fair Asia as linhas de pet food Monello, Birbo, Bandit, Comanche e Bolt.

Pet Society

A Pet Society, fundada em 2004, é uma das mais reconhecidas marcas de higiene, embelezamento e saúde animal do mercado brasileiro. A empresa exporta há 10 anos e está presente em países como Angola, Bélgica, Canadá, Chile, Colômbia, República Tcheca, Peru, Portugal, Taiwan, Reino Unido, Estados Unidos e Uruguai. Em 2015 inaugurou a sua subsidiária nos Estados Unidos, a Megamazon USA, e já está produzindo parte dos seus produtos na Flórida. Há muitos anos a Pet Society é membro da Associação Americana de Produtos do Animal de Estimação (APPA).

A empresa comercializa seus produtos nos mercados da China e Taiwan há cinco anos, e já participou da Pet Fair Asia outras vezes. “Em 2015, estivemos presentes no evento representados pela equipe da nossa  distribuidora de Taiwan”, afirma Fernando Martini, diretor de negócios da Pet Society. Na edição deste ano, a Pet Society irá expor a versão da linha Megamazon com um conceito muito mais eco-friendly, além de outros produtos da Pet Society. “Na Pet Fair Asia, nosso principal objetivo é exibir ao mercado local nossa linha de produtos e sua excelente performance. Estamos em busca de novos parceiros na Ásia e Oceania em países como Coreia do Sul, Japão, Malásia, Indonésia, Austrália e para isso, vamos usar o evento para ampliarmos o nosso networking, procurando estabelecer contato com novos distribuidores interessados”, diz Martini.

Special Dog

A Special Dog tem origem em uma empresa de beneficiamento de café e arroz fundada em 1967 em Santa Cruz do Rio Pardo (SP). Em 2001, a empresa inaugurou sua indústria de pet food e criou a marca Special Dog, que tem atualmente 13 produtos, comercializados nos estados de São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Mato Grosso do Sul.

Na Pet Fair Asia, a Special Dog mostrará ao mercado chinês os alimentos para cães e gatos das Linhas Premium e Super Premium. De acordo com Rafael Venanzoni, gerente de exportação da empresa, o objetivo da participação na feira é conhecer o potencial do mercado local e possíveis distribuidores. “O mercado chinês exige níveis de certificação. Sendo assim, vamos passar por uma auditoria este ano, para que possamos atuar nele”, explica. Ele também diz que a feira será importante para fazer contatos com distribuidores de países da região.

Serviço:

Pavilhão Brasileiro na Pet Fair Asia 2016

De 18 a 21 de agosto de 2016

Hall 3, estande J2121, SWEECC – Shanghai World Expo Exhibition And Convention Center

Guozhan Road, 1099, Xangai – China

 

TAGS: , , ,

Deixe seu comentário

2

fieeTradicional encontro da indústria eletroeletrônica, a 28ª FIEE – Feira Internacional da Indústria Elétrica, Eletrônica, Energia e Automação vai reunir de 23 a 27 de março 1.400 marcas expositoras do Brasil e de fora. A dois meses do evento, empresas reconhecidas fazem preparativos e adiantam produtos que chamarão atenção dos 60 mil visitantes esperados ao Pavilhão de Exposições do Anhembi. Com a nova setorização da feira, promovida pela Reed Exhibitions Alcantara Machado, a edição 2015 organiza os expositores em quatro grandes pilares. Confira algumas das novidades!

 

Equipamentos Industriais – A Grantel expõe isoladores elétricos, pilares e discos de vidro; porcelana e borracha de silicone para tensões de 69 até 800kV em corrente contínua e alternada. Felipe Bazzo, diretor de Marketing, adianta que a empresa leva à FIEE isoladores de barramento de até 5 metros de altura. “Estamos apresentando o isolador suporte de barramento monocorpo de 800kV, equipamento que vendemos a Furnas em 2014. Este isolador foi desenvolvido para suportar chuvas de 5 mm por minuto tanto horizontalmente quanto verticalmente”.

 

Eletrônica – Rosana Rossi, Marketing da PHD, enfatiza a presença de no-breaks na linha de produtos da empresa. Entre eles, chamam atenção os no-breaks interativos, ideais para casas e escritórios. O equipamento tem display em LCD, alarme e comunicação via USB, além de proteção RJ11 para linhas telefônicas. “No estande, teremos no-break modular com potência de 80 kVA, com quatro battery packs no mesmo gabinete, além do trifásico de lançamento, com 30 kVA”.

 

Automação – Os leitores biométricos SecuGen, da SmartCore, são os principais destaques na opinião de Ricardo Adulis, porta-voz da empresa. Isso porque esse equipamento foi certificado pelo FBI, e tem capacidade de armazenar até 10 miltemplates. Outro equipamento é o receptor GNSS u-blox CAM-M8Q com operação simultânea GPS e Glonass. “A SmartCore provê módulos e componentes com grande foco nos mercados de IoT, conectividade, rastreamento, telemetria, médica, logística e automação”.

 

Energia – Entre os destaques da Sicame, estão as luvas isolantes CATU, fabricadas na Espanha, para eletricistas, e os dissipadores de descargas atmosféricas (para-raios) Streamer Sai20z. “Esse produto oferece às redes de distribuição de energia proteção total contra descargas indiretas, que são responsáveis por grande parte dos desligamentos não programados, no Brasil”, explica o gerente comercial Marcelo Freitas. A Fiolux dá atenção especial para o novo Auto Transformador Premium, além de levar uma linha completa de produtos para atender os setores elétrico, informática, refrigeração e iluminação.

Além desses produtos, o visitante poderá acompanhar outros lançamentos e participar de atividades paralelas à FIEE:

Ilhas Temáticas – Dentro da feira serão apresentadas tecnologias em suas aplicações práticas em espaços montados especialmente tematizados. Cada setor da feira terá suas ilhas temáticas formadas pelos produtos apresentados pelos expositores. Os temas preliminares são Soluções de Automação, Instalações Industriais, GTDC e Eletrônica.

Hot Spots (workshops) – Espaços preparados para apresentações de produtos/serviços no ambiente da feira com sistemas de som, telão e operadores. Os visitantes podem participar gratuitamente.

 

Serviço – FIEE – 28ª Feira Internacional da Indústria Elétrica, Eletrônica, Energia e Automação

Data: 23 a 27 de março de 2015

Horário: 13h às 21h | Sexta das 13h às 20h

Local: Pavilhão de Exposições do Anhembi

Av. Olavo Fontoura, 1.209 – Santana – CEP 02012-021 São Paulo – SP

Mais informações: www.fiee.com.br

 

TAGS: , , , , , , , ,

Deixe seu comentário

BUSCA

CATEGORIAS

SOBRE O BLOG INDUSTRIAL

O Blog Industrial acompanha a movimentação do setor de bens de capital no Brasil e no exterior, trazendo tendências, novidades, opiniões e análises sobre a influência econômica e política no segmento. Este espaço é um subproduto da revista e do site P&S, e do portal Radar Industrial, todos editados pela redação da Editora Banas.

TATIANA GOMES

Tatiana Gomes, jornalista formada, atualmente presta assessoria de imprensa para a Editora Banas. Foi repórter e redatora do Jornal A Tribuna Paulista e editora web dos portais das Universidades Anhembi Morumbi e Instituto Santanense.

NARA FARIA

Jornalista formada pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas), cursando MBA em Informações Econômico-financeiras de Capitais para Jornalistas (BM&F Bovespa – FIA). Com sete anos de experiência, atualmente é editora-chefe da Revista P&S. Já atuou como repórter nos jornais Todo Dia, Tribuna Liberal e Página Popular e como editora em veículo especializado nas áreas de energia, eletricidade e iluminação.

ARQUIVO

negócios infraestrutura máquinas exportação Perspectivas IBGE importação PIB CNI máquina Revista P&S Evento Feira Internacional da Mecânica Pesquisa inovação Artigo Investimento FIESP meio ambiente Lançamento sustentabilidade máquinas e equipamentos mercado Economia tecnologia Feimafe Site P&S Radar Industrial Feira indústria