Visite o site da P&S Visite o site do Radar Industrial Visite o site da Banas Ir para página inicial RSS

0

festoA Festo, multinacional alemã de automação industrial, aumenta seu portfólio de soluções com uma nova linha de válvulas borboleta e sensor magnético SDBT.

De acordo com Flávio Rodrigues, Gerente Executivo de Marketing da Festo Brasil, a empresa está inovando o seu portfólio de produtos com uma nova linha de válvulas para controle de fluído. “Além dessa inovação, um novo sensor para aplicação em diversas industrias também faz parte do lançamento do mês”, afirma o executivo.

Lançamentos:

Válvulas borboleta VZAV e VZAF: Robusta, resistente a ambientes agressivos e altamente confiável. As válvulas da linha VZA podem ser utilizadas tanto em aplicações convencionais quanto em aplicações que demandam um maior grau de segurança. Com diversas opções de materiais combinadas com nossos atuadores, as válvulas VZAV e VZAF garantem um excelente desempenho em aplicações industriais para o controle de uma extensa gama de fluídos.

Sensor magnético SDBT: Com certificação Inmetro, é possível aplicar em diferentes segmentos como: alimentício, químico, óleo e gás e farmacêutico. O CLP da Festo possui um módulo integrado de barreira intrínseca e pode fazer a conexão direta com o sensor.

 

TAGS: , , , , ,

Deixe seu comentário

0

Julio Molinari_ Presidente da Danfoss na América Latina* Por Julio Molinari

Não bastassem as consequências da crise econômica pela qual o Brasil atravessa, fatores como elevada carga tributária, precárias estruturas logísticas para recebimento de matéria prima e escoamento de produtos, limitações da capacitação profissional e, sobretudo, a baixa eficiência de processos comprometem significativamente a produtividade e a competitividade da indústria brasileira.

Nas indústrias de processos, a eficiência não só é um diferencial, mas uma questão de sobrevivência, pois se as empresas não investirem em eficiência, podem ter perdas em torno de 30%. A ineficiência no sistema acarreta indisponibilidade, falhas de equipamentos, paradas não programadas, setups extras de máquinas, tempos inativos, redução da velocidade, além de perdas e rejeitos.

A tendência para otimizar os processos é aumentar a inteligência de automação embarcada nas máquinas, tornando-as mais autônomas em manutenção e inspeção. Isso inclui a adoção de novas tecnologias, como equipamentos eletroeletrônicos e softwares para controle de processos, que geram aumento da produtividade, bem como ganhos com eficiência energética.

A digitalização é o próximo passo para a indústria entrar em um novo patamar tecnológico. Em maio, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) realizou a primeira pesquisa nacional sobre o uso de tecnologias digitais relacionadas à era da Manufatura Avançada, conhecida como Indústria 4.0, cujo termo refere-se à integração digital das diferentes etapas da cadeia de valor nos produtos industriais, desde o desenvolvimento até o uso.

De acordo com o levantamento, feito com mais de duas mil empresas de todos os portes, a maior parte dos esforços realizados pelas indústrias no Brasil, no que se refere à adoção de tecnologias digitais, concentra-se nos processos industriais: 73% dos consultados afirmaram usar ao menos uma tecnologia digital na etapa de processos, 47% utilizam na etapa de desenvolvimento da cadeia produtiva e somente 33% o fazem em novos produtos ou negócios.

A pesquisa da CNI mostra que a indústria brasileira ainda está se familiarizando com a digitalização e com os impactos que ela pode ter na competitividade. Em outros países onde a indústria 4.0 está mais avançada, já se registra aumento da produtividade, redução de custos de manutenção de equipamentos e do consumo de energia e aumento da eficiência de modo geral.

Por outro lado, o alto custo de implantação é a principal barreira interna para 66% das empresas. Neste sentido, há uma necessidade para que o governo exerça o seu papel de promover a infraestrutura digital, investindo e estimulando a capacitação profissional, além de criar linhas de financiamentos específicas.

* Julio Molinari é presidente da Danfoss na América Latina

 

TAGS: , , , ,

Deixe seu comentário

0

cleverAtendendo a uma demanda do mercado, a Metal Work, empresa de produção e comercialização de equipamentos pneumáticos para automação industrial, desenvolveu inovações na concepção das válvulas Clever Multimach, possibilitando alto nível na compactação e simplificação nas instalações.

A Familia Clever Multimach passa a contar  com   protocolos Ethercat, CANopen e Profinet IO .

“A Ilha Inteligente Clever Multimach simplifica as instalações a tal ponto que começaremos a ver de forma diferente os  sistemas, onde os terminais de válvulas  incorporam as  ligações eletricas via  contato seco  e as  conexões ,usando  (conceito de centralina),com grau  de proteçao IP65 /IP67  dispensa uso dos painéis, afirma Cauduro.

Aliado ao  conceito de modularidade  permite instalar válvulas de diferentes  vazões e  funções em um mesmo bloco, sem a necessidade de uma base comum entre elas, a Ilha Inteligente Clever Multimach retira a limitação de número de válvulas por base. Esta série permite o trabalho com blocos mestre e escravos. Sendo assim, a limitação passa a ser definida pelo número de pinos do conector elétrico selecionado ou pela quantidade de nós suportada pelo protocolo de rede.

Todas as conexões elétricas e pneumáticas estão  incorporadas, permitindo  redução drástica nos tempos de instalações e de elementos necessários como: conectores, fios, prensa cabos, conexões e tubos. “O  espaço físico necessário para instalações cai  nove vezes, em relação ao convencional,  com isto o tempo de intervenções para manutenção é  feita em um décimo do tempo”, explica Cauduro.

Na família Clever Multimach, cada eletro válvula da ilha tem um micro chip que permite controlar  seu funcionamento e a sua comunicação com as demais válvulas da ilha, através de um protocolo interno e nativo da ilha, que viabiliza identificar possíveis falhas e defeitos nas conexões elétricas.

 

 

TAGS: , , ,

Deixe seu comentário

0

imagem_release_440775A Festo, multinacional alemã do mercado de automação industrial e presente há 46 anos no Brasil acaba de lançar mais quatro novas soluções destinadas ao mercado de automação industrial. Os lançamentos somam-se aos outros mais de 40 mil produtos que a empresa possui em seu catálogo.

Válvula VSNC

O produto é uma válvula direcional pneumática com interface NAMUR para montagem direta em atuadores pneumáticos rotativos e aplicável em todos os segmentos de mercado. Entre os diferenciais da VSNC estão a sua base que inverte a função da válvula de 5/2 para 3/2 vias e vice-versa, utilizando-se do mesmo corpo. O que proporciona menos itens de almoxarifado para o cliente, pois utiliza-se apenas de um único código, tanto para acionamento de atuadores simples quanto dupla ação.

Outro destaque do produto é a função de respiro, que não permite que o ar poluído da atmosfera seja sugado para dentro da câmara das molas do atuador, evitando a corrosão prematura das molas. Além disso, a VSNC possui uma gama completa de bobinas tanto para utilização em áreas seguras, quanto para atmosferas explosivas.

DSBC-D3

O lançamento é um novo cilindro com amortecimento pneumático de fim de curso, autoajustável e que se adapta às mudanças de cargas e velocidades. Possui design compacto com ranhura para sensor em três faces e graças as suas diversas versões e a capacidade de adaptação às condições ambientais, é um produto muito versátil.

Controlador compacto CECC-S

Dotado de 14 entradas digitais e oito saídas digitais, o CLP compacto CECC é mestre IO-Link e CANopen. Nesta nova versão estão disponíveis duas portas seriais e uma interface múltipla, que podem ser configuradas como porta serial ou como entrada rápida de até 1000 KHz para encoder. Além disso, a solução possui interface USB, Ethernet e comunicação em Modbus TCP Client/Server.

NPKA

As conexões NPKA são desenvolvidas principalmente para a indústria alimentícia, possuem aprovação FDA e todos os seus componentes são feitos de polímero, o que garante ao produto propriedades anticorrosivas e adequação para uso em ambientes clean-room. Além disso, seu novo sistema de fixação garante um engate simples e seguro da conexão, evitando falhas e vazamentos nos sistemas pneumáticos.

Sobre a Festo Brasil 

A Festo Brasil, com matriz em São Paulo, possui uma equipe de 550 funcionários e um moderno parque fabril de 43 mil m², que além de atender o mercado brasileiro, exporta seus produtos para outras filiais e para a matriz. A empresa abrange todo o território nacional com mais de 130 pontos de atendimento em todos os estados do Brasil, fornecendo soluções completas na área de automação para cerca de 30 mil clientes.

Com aproximadamente 40 mil produtos em catálogo e meio milhão de variações possíveis, a Festo Brasil é líder no mercado nacional de automação industrial nos principais segmentos de mercado, tais como: automotivo, alimentos e bebidas, embalagens, plásticos e eletroeletrônicos, além de participar nos segmentos químico, petroquímico, tratamento de águas e efluentes, oferecendo produtos para a automação de processos. Em seus 46 anos no país, já realizou mais de 53 mil projetos.

 

TAGS: , , ,

Deixe seu comentário

0

imagem_release_406964A Festo, multinacional alemã do mercado de automação industrial, participa entre os dias 18 e 23 de maio, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, da 15ª edição da FEIMAFE – Feira Internacional de Máquinas-Ferramenta e Sistemas Integrados de Manufatura.

No evento, que pretende receber este ano aproximadamente 70 mil visitantes e é um dos principais do setor de máquinas-ferramenta e controle de qualidade na América Latina, a Festo irá apresentar alguns dos seus mais recentes lançamentos para o segmento, entre outras novidades.

Produtos e Serviços

Entre seus lançamentos, a empresa apresentará produtos desenvolvidos para a segurança de operadores e que zelam pela integridade do sistema, como a Válvula MS6-SV-D. O produto proporciona alimentação rápida e segura, bem como a despressurização suave em sistemas pneumáticos. Sua alimentação progressiva combinado com seu escape rápido garantem uma alta performance na válvula e um contínuo monitoramento de suas funções. A válvula MS6-SV-D pode ser utilizada em aplicações que necessitem de um alto nível de segurança, graças ao seu circuito redundante.

Outra solução que estará presente é o Sensor de visão SBSI. O lançamento, que pode ser utilizado nos mais diversos segmentos industriais, desde alimentos e bebidas até o automotivo, é capaz de realizar sensoriamentos complexos e precisos de maneira simples e econômica. O produto possui fácil parametrização, permitindo que o setup seja feito em torno de 30 minutos e que reduz o período não produtivo do cliente.

Soma-se a eles o Módulo de Eficiência Energética MSE6-E2M, novo componente da Série MS, se destaca por contribuir com a eficiência energética do cliente ao reduzir o consumo de ar comprido em até 20%. O produto, formado por uma válvula de abertura e fechamento, módulo de rede Profibus e sensores de pressão e vazão, detecta vazamentos na linha e faz o monitoramento dos parâmetros mais relevantes de otimização de energia, como taxa de vazão, pressão e consumo de ar comprimido.

Para estudos de redução de consumo de energia, melhoria de performance, análise parcial ou total da geração, distribuição e utilização do ar comprimido, a Festo apresentará na feira o serviço de Energy Efficiency, desenvolvido para garantir a eficiência da linha de produção e ganhos de produtividade.

Os visitantes também poderão conferir todos os serviços oferecidos pela Didactic, braço educacional da Festo, que recentemente adquiriu a Lab-Volt, maior especialista mundial em equipamentos e soluções em treinamentos técnicos e educação continuada. Durante o período de realização da FEIMAFE, a Festo oferecerá condições especiais para seus alunos na aquisição de novos cursos da empresa.

Stars in Pneumatic

A Festo vai aproveitar sua participação na FEIMAFE para divulgar iniciativa mundial que vem realizando desde o primeiro semestre de 2014 entre seus clientes.

No catálogo de produtos da empresa agora há uma ampla gama de soluções sinalizada com uma estrela azul. O símbolo identifica que esse produto estará disponível para pronta-entrega em todas as demais filiais da empresa no mundo, dando ao cliente a certeza e a segurança de poder contar com tal produto, mesmo se o equipamento for adquirido no exterior.

Ao todo são aproximadamente 3000 produtos identificados, tanto no catálogo físico como no online, nas linhas de atuadores, válvulas, sensores, tubos, conexões e produtos e acessórios para tratamento de ar.

 

TAGS: , ,

Deixe seu comentário

0

A Abinee prevê que o faturamento no setor Elétrico Eletrônico deverá crescer 5% em 2014, impulsionado principalmente, por novos bens de consumo no mercado, como smartphones e tablets.

Importante ferramenta para as indústrias, a Automação possibilita às empresas obter resultados mais rápidos em seus processos produtivos. De acordo com a Abinee – Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica – a área deverá crescer 8% em 2014. Bons resultados também estão previstos para Equipamentos Industriais, com um crescimento estimado em 5%.

O setor Elétrico e Eletrônico encerrou 2013 com faturamento de R$ 156,6 bilhões, o que representou um crescimento real de 5% em relação ao ano anterior. De acordo com dados da Abinee, a previsão para 2014 se mantém no mesmo patamar, amparada pelo mercado interno, com destaque, novamente, para o crescimento das vendas de tablets e smartphones e dos equipamentos industriais seriados. No ano passado, os investimentos das indústrias elétricas e eletrônicas (R$ 3,96 bilhões) cresceram 6%, o que corresponde a 2,5% do faturamento da indústria.

As novidades do setor Elétrico e Eletrônico serão destaques na 6ª edição da Forind Nordeste – Feira de Fornecedores Industriais do Nordeste, que neste ano acontece de 22 a 25 de abril, no Pavilhão de Exposições do Centro de Convenções de Pernambuco, em Recife/PE. O evento foi criado para aproximar os pequenos, médios e grandes fornecedores de equipamentos, suprimentos e serviços industriais aos grandes grupos empresariais instalados na região Nordeste do Brasil.

Realizada pela Reed Exhibitions Alcantara Machado – Líder mundial na organização de eventos – a 6ª edição da Forind Nordeste objetiva atender crescentes demandas da região Nordeste em setores de investimentos fundamentais como Energias Renováveis, Metalmecânica, Elétrica e Eletrônica, Espaço Febrava Nordeste e Marcenaria e Móveis. A expectativa é gerar R$ 30 milhões em negócios, com cerca de 300 expositores e estimativa de 10.000 visitantes.

Mais informações: www.forindne.com.br

TAGS: , , ,

Deixe seu comentário

BUSCA

CATEGORIAS

SOBRE O BLOG INDUSTRIAL

O Blog Industrial acompanha a movimentação do setor de bens de capital no Brasil e no exterior, trazendo tendências, novidades, opiniões e análises sobre a influência econômica e política no segmento. Este espaço é um subproduto da revista e do site P&S, e do portal Radar Industrial, todos editados pela redação da Editora Banas.

TATIANA GOMES

Tatiana Gomes, jornalista formada, atualmente presta assessoria de imprensa para a Editora Banas. Foi repórter e redatora do Jornal A Tribuna Paulista e editora web dos portais das Universidades Anhembi Morumbi e Instituto Santanense.

NARA FARIA

Jornalista formada pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas), cursando MBA em Informações Econômico-financeiras de Capitais para Jornalistas (BM&F Bovespa – FIA). Com sete anos de experiência, atualmente é editora-chefe da Revista P&S. Já atuou como repórter nos jornais Todo Dia, Tribuna Liberal e Página Popular e como editora em veículo especializado nas áreas de energia, eletricidade e iluminação.

ARQUIVO

Perspectivas negócios Site P&S infraestrutura máquinas exportação Radar Industrial IBGE importação PIB CNI Revista P&S Evento Pesquisa máquina inovação Feira Internacional da Mecânica Artigo Investimento meio ambiente FIESP sustentabilidade Lançamento máquinas e equipamentos mercado tecnologia Economia Feimafe Feira indústria