Visite o site da P&S Visite o site do Radar Industrial Visite o site da Banas Ir para página inicial RSS

0

sigLogística Reversa de Embalagens Pós Consumo e Coleta Seletiva Municipal.

Riscos, Desafios e Oportunidades para o Cumprimento da Lei 12.305

O seminário é uma oportunidade de abordar as questões ligadas à Lei 12.305/2010, que versa sobre a Política Nacional de Resíduos Sólidos, e como desenvolver políticas públicas em sinergia com a iniciativa privada que alavanquem os índices de reciclagem no país.

A ocasião servirá como ponto de encontro para debater o estágio atual da lei, principais desafios e riscos para o setor empresarial que comercializa produtos embalados, além de como a sinergia entre sistemas públicos de coleta e os investimentos da iniciativa privada em logística reversa podem resultar em uma agenda sustentável para o setor.

O time de debatedores conta com nomes como Flávio Miranda Ribeiro, da Secretaria de Meio Ambiente/CETESB; Fabrício Dorado Soler, do escritório de advocacia Felsberg Associados; Sabrina Gimenes de Andrade, do Ministério do Meio Ambiente e Erich Burger e Rafael Henrique, da Recicleiros.

A audiência será formada por representantes da indústria de embalagens, acadêmicos, profissionais da administração pública e demais interessados no tema. Eles poderão participar do debate presencialmente ou acompanhando, via web, a transmissão ao vivo que acontecerá no site do evento e no Facebook.

Desta maneira, o seminário produzirá um conteúdo interativo, relevante e ainda ampliará o alcance e democratizará as informações sobre logística reversa, tornando-as acessíveis a um maior número de pessoas.

Serviço:

Dia 27 de fevereiro

Auditório SIG – Rua Funchal, 418 –SP

Hora: a partir das 8:00h

Site: www.logisticareversa.org.br

Facebook: www.facebook.com/Recicleiros

Instagram: @recicleiros

Contato: comunicação@recicleiros.org.br

 

TAGS: , , , , ,

Deixe seu comentário

0

reuniao_mpiPesquisa anual da Desenvolve SP mostra que para 24% das pequenas e médias empresas paulistas a principal dificuldade encontrada para investir em inovação é obter linhas de crédito. Para mapear os entraves e dar o suporte necessário para que projetos inovadores saiam do papel, a instituição reuniu nesta terça-feira, 6/2, em sua sede, empreendedores que encaminharam pedidos de financiamento, mas não deram continuidade ao processo. Além dos empresários, participaram do encontro representantes da Financiadora de Estudos e Pesquisas (Finep) e do Instituto Euvaldo Lodi (IEL).

 “Esta é mais uma iniciativa da Desenvolve SP ligada ao Movimento pela Inovação, que leva conteúdo e atendimento a empresários em busca de recursos para inovar em seus negócios. Nosso objetivo, após identificar projetos de alto potencial que por algum motivo não seguiram adiante, é ajudar as empresas paulistas a repensarem a inovação de seus processos e produtos e a encontrar a melhor solução financeira para colocar em prática ideias que gerem desenvolvimento e riqueza para a sociedade”, diz Eduardo Saggiorato superintendente de negócios da Desenvolve SP.

O empresário Junior Ribeiro, da Aplud Serviços de Contact Center, conta que um dos principais problemas encontrados para tocar o seu projeto de inovação é a falta de garantias. “Não ter garantias reais para apresentar é uma grande barreira na hora de buscar crédito para investir”. Dificuldades no preenchimento de planilhas financeiras não ficam de fora dos apontamentos. “Às vezes é preciso uma melhor orientação técnica por parte das instituições”, avalia Allan Pires, da PA Lationamericana.

Na ocasião, Saggiorato explicou que a Desenvolve SP já oferece a possibilidade de contratação de Fundos de Garantidores. “Se uma empresa não tem acesso ao crédito por falta de garantias, com os fundos garantidores ela passa a ter. No entanto, muitos ainda desconhecem essa opção, que permite cobrir até 100% dos financiamentos para inovação”, diz.

Para Marco Francisco Almeida, superintendente da Finep, todos ganham com a troca de experiências nesses encontros. “O que estamos fazendo é inovador. Não estamos parados esperando os melhores projetos e, sim, indo até os empresários para conhecer suas necessidades e discutir as melhores soluções para que possam transformar suas ideias em realidade”, analisa.

 

TAGS: , , , , , ,

Deixe seu comentário

0

A Ingersoll Rand® , empresa de criaçimage002ão de ambientes confortáveis, sustentáveis e eficientes, das marcas Club Car®, Ingersoll Rand®, Thermo King® e Trane®, que busca oferecer qualidade e o conforto do ar nos lares e nos prédios, transportar e proteger alimentos e perecíveis e aumentar a produtividade e a eficiência industrial, participou como empresa parceira do 7º Fórum Mulheres em Destaque, que aconteceu nos dias 29 e 30 de novembro de 2017, em São Paulo, como forma de incentivar a discussão sobre a equidade de gêneros nas corporações.

 O evento realizado no Villa Blue Tree, na Chácara Santo Antônio, teve a cooperação da ONU Mulheres e do HeForShe. Na ocasião, a Ingersoll Rand® reiterou o compromisso no Brasil com a Diversidade e a Inclusão, como empresa signatária da ONU Mulheres. Para oficializar esse apoio à causa, estiveram presentes no Fórum o vice-presidente para a América Latina da empresa, Ricardo Abdalla, e Plínio Kato, diretor de Projetos da Ingersoll Rand®.

 “Este compromisso reforça uma série de ações que estamos tomando dentro da empresa, no nosso grupo de diversidade e inclusão e não só nas atividades que já implementamos, mas em todas as outras que iremos realizar. A nossa maior missão é buscar uma liderança balanceada e a inclusão de talentos”, comemora Abdalla. “Hoje sabemos como estamos e onde queremos chegar e temos um plano claro. Este evento nos trouxe muitos bons exemplos de outras empresas que lutam pelos mesmos ideais, de como podemos atingir cada meta”, afirma Abdalla.

 Plínio Kato reitera que a participação da Ingersoll Rand® no Fórum foi uma oportunidade energizante e inspiradora: “Vir ao evento ratificou a minha percepção de que temos um enorme aprendizado com aqueles que se encontram em estágio mais avançado na questão de inclusão da mulher e na disseminação de boas práticas, assumindo a posição de referência nas comunidades onde atuamos”, afirma.

 Diversos temas além da questão da Mulher foram discutidos no evento, como “Inteligência de Gênero”, “Diversidade”, “Empoderamento”, “Engajamento”, “Fortalecimento”, entre outros. Os participantes também puderam trocar experiências nas mesas redondas e fazer benchmark durante os intervalos. Neste ano, o evento teve ainda uma novidade, a Mentoria, com um tema escolhido por cada participante, para ser desenvolvido em um grupo, além de diversas dinâmicas e debates.

 A Ingersoll Rand®, que tem o compromisso interno de apoiar o desenvolvimento de suas executivas e funcionárias de forma a obter maior diversidade e construir um conjunto de lideranças emergentes, não somente participou como empresa parceira e patrocinadora como acredita que esta seja uma das apostas ao movimento HeForShe, junto ao Women´s Employee Network (WEN), programa da Ingersoll Rand® para potencializar e desenvolver a liderança feminina.

 “O WEN tem evoluído juntamente com os nossos negócios a nível global. Ser empresa parceira de um evento deste alcance reforça fortemente não apenas a questão da mulher no ambiente corporativo, como também prioriza a igualdade de gênero em especial na área técnica e de engenharia, pontos fortes de atuação da nossa empresa”, diz Patrícia Corrêa, embaixadora na América Latina do WEN e gerente de marketing Global da Ingersoll Rand®.

 “Eu enveredei pela Engenharia Mecânica, uma área pouco escolhida por mulheres, fui conquistando o meu espaço e criando a minha identidade profissional. Em 2015, tive a oportunidade de ingressar em um programa de liderança feminina da Ingersoll Rand® e passei a enxergar a importância de desenvolver mulheres para se tornarem líderes. Percebi como muitas mulheres se intimidam por simplesmente serem mulheres e o quanto o mercado de trabalho não cuida dessa questão. Quero usar minha experiência para incentivar e inspirar mais mulheres e outras empresas”, explica Patrícia.

Legenda da foto: Ricardo Abdalla e Plínio Kato reforçam o compromisso da empresa no Brasil 

TAGS: , ,

Deixe seu comentário

0

Terceirizados – são de responsabilidade da primeira empresa que o contratou, eximindo a empresa na qual ele presta os serviços de qualquer encargo.

FGTS – todas as verbas rescisórias serão pagas conforme o contrato de trabalho.

Piso Salarial – não é mais obrigatório.

Jornada de trabalho – permite horas extras até o limite de 48 horas semanais (contada a jornada regular) e jornada de até 12 horas, desde que seguida por 36 horas de descanso.

Acordo Coletivo – o negociado vale sobre o legislado.

Estas são apenas algumas mudanças e para que as pessoas entendam as demais, a Edipro lançou a nova edição da CLT – Consolidação das Leis do Trabalho (Decreto-Lei nº 5.452, de 1º de maio de 1943), revisada conforme a Reforma Trabalhista (Lei nº 13.467, de 13 de julho de 2017) e super atualizada até o Diário Oficial da União de 01º de agosto de 2017.

As principais mudanças que foram sancionadas na reforma são: fracionamento das férias; novos tipos de jornada de trabalho e alterações nas já existentes; trabalho intermitente (por período); teletrabalho (home office); negociação entre empregadores e empregados; demissão (fim do acerto informal) e quarentena; horas-extras, horas in itinere, banco de horas e intervalos; gravidez e insalubridade; falta de registro, danos morais; remuneração e “prêmio” no salário; fim do imposto sindical obrigatório; terceirização; ações trabalhistas, justiça gratuita, honorários de sucumbência, depósito recursal, arbitragem; e acordos coletivos.

Sobre o supervisor editorial: Jair Lot Vieira é bacharel em Direito pela Instituição Toledo de Ensino e bacharel em Comunicação Social pela Fundação Educacional de Bauru, atual Unesp – Universidade do Estado de São Paulo. Há mais de 40  anos dedica-se a edição de obras jurídicas e de legislação profissional.

 

Ficha técnica

Editora: Edipro

Assunto: Direito/Legislação

Preço: R$ 35,00

ISBN: 9788552100058

Edição: 1ª edição, 2017

Altura: 12,5 x 18

Número de páginas: 288

 

TAGS: , , , , , , ,

Deixe seu comentário

0

Vocêface investiu na feira, no site, em mídias sociais e até no GOOGLE!
Mas como os 100.000 visitantes qualificados que visitarão as feiras irão guardar sua marca e seus lançamentos? Em uma recente pesquisa, identificamos que 80% dos visitantes e expositores solicitam a revista mídia impressa.
Desperte a emoção nos anúncios, B2B, saiba como fazê-lo.
Edição especial que circulará na FEIMEC e Mecânica.
Complete sua campanha, marque presença nesses 2 relevantes eventos. Anuncie na Revista P&S.
Valores competitivos e ações exclusivas. Reserve seu espaço.
 siteee

 

TAGS: , , ,

Deixe seu comentário

0

Deixe seu comentário

0

raisO prazo para que empregadores entreguem a Relação Anual de Informações Sociais (Rais) Ano Base de 2016 vai até 17 de março.

A declaração é obrigatória para todas as pessoas jurídicas com CNPJ ativo na Receita Federal no ano passado, com ou sem empregados – neste caso ela deverá ser negativa -dos setores público ou privado e todos os estabelecimentos com Cadastro de Empresa Individual (CEI), que possuem funcionários.

Para os Microempreendedores Individuais (MEI) sem empregados, a declaração é facultativa.

A declaração da Rais é feita pelo programa GDRais 2016. O envio deverá ser feito somente via internet. Em caso de estabelecimento sem vínculos empregatícios no ano-base, deverá ser utilizado o formulário próprio de Declaração de Rais Negativa Web. Ambas as formas de declaração estão disponíveis no site www.rais.gov.br.

Quem não entregar o documento no prazo estabelecido ou fornecer informações incorretas pagará multa. Os valores variam conforme o tempo de atraso e o número de funcionários, e vão de R$ 425,64 podendo chegar a R$ 42.641,00.

A multa por atraso é calculada com percentual do valor máximo, fixado em R$ 42.641,00. Este percentual varia conforme a faixa de número de empregados, indo de 0% a 4% na faixa de até 25 empregados e até 20%, na faixa de mais de 500 empregados. Além desse valor, aplica-se um adicional de R$ 106,40, para cada bimestre de atraso e outros R$ 26,60 para cada trabalhador que deixou de ser declarado dentro do prazo.

Atualmente, existem no mercado soluções que ajudam a validar e gerenciar o envio de documentos para autoridades fiscais, reduzindo as chances de inconsistências.

A Sage, líder mundial em software de gestão para pequenas e médias empresas, oferece soluções com diversas funcionalidades que agilizam a rotina do departamento fiscal, trabalhista e contábil, como o download de guias de pagamento, a importação de Notas Fiscais, a atualização automática das leis aplicáveis, a emissão de relatórios. E, ainda, a integração com os sistemas das autoridades fiscais municipais, estaduais e federais.

Os sistemas Sage Gestão Contábil e Sage Cordilheira, por exemplo, atendem às necessidades da Rais. O módulo Folha de Pagamento dos sistemas permite gerar o arquivo considerando funcionários, diretores e autônomos, com os dados referentes aos processamentos realizados no sistema. Além disso, é possível emitir os Informes de Rendimentos para funcionários, diretores e autônomos.

TAGS: , ,

Deixe seu comentário

0

A CADENAS PARTsolutions, líder mundial em fornecer Catálogos Eletrônicos e configuradores CAD on-line e o Radar Industrial, líder em publicações comerciais industriais do Brasil, lançam uma nova parceria que permite ao Radar Industrial entregar o pacote completo de serviços digitais de marketing da PARTsolutions para os fabricantes industriais da América do Sul. O Radar Industrial está expandindo suas ofertas de mídia para preencher uma necessidade no mercado brasileiro de catálogos digitais de alta qualidade e modelos CAD para download da maneira que os engenheiros esperam dos fabricantes de componentes. Esta nova poderosa tecnologia vai permitir que os fabricantes tenham seus produtos “integrados” ou especificados no processo de engenharia, puxando as vendas através do departamento de engenharia.

Como um dos melhores e mais completos meios de comunicação industriais no Brasil, o Radar Industrial dá suporte as empresas para expandirem seus negócios através do marketing e serviços promocionais, visando o rápido crescimento do mercado industrial sul-americano.  E uma tendência emergente visto pelos fabricantes na Ásia, Europa e América do Norte é a possibilidade de download de modelos CAD 3D para distribuição online através de vários meios. À medida que o mercado evolui rapidamente para um ambiente digital, on-demand, os engenheiros procuram estes modelos CAD configuráveis ​​para especificar peças fabricadas em seus projetos de produtos. Isso acelera o processo de design dos engenheiros, acrescenta precisão ao projeto e permite o fabricante atingir um público maior de potenciais clientes.

Por mais de 20 anos, provedora de eCATALOG, a CADENAS PARTsolutions especializou-se em ajudar os fabricantes industriais a aumentar a receita e encontrar novas clientes em potencial qualificados para vendas através da construção de catálogos digitais para promover peças e produtos de uma empresa. Estas peças são configuráveis ​​on-line e pode ser baixado em mais de 150 formatos de CAD 2D e 3D e formatos gráficos como o Adobe PDF 3D, garantindo a satisfação máxima do cliente. Estes modelos são distribuídos no site do fabricante, bem como no novo portal  PARTcommunity do Radar industrial e outros mais de 50 portais de engenharia em todo o mundo, dando aos fabricantes acesso instantâneo a uma comunidade global de engenheiros e compradores de peças.

“O Radar é dedicado a ajudar os fabricantes industriais do Brasil, aumentar suas receitas e atingir um público maior com o nosso portfólio de soluções de marketing on-line e impresso”, diz Fernando Lopes, Diretor Executivo do Radar Industrial. “Ao expandir nossa oferta de incluir catálogos digitais on-line com downloads de CAD da CADENAS PARTsolutions, nossos clientes podem agora se beneficiar da tecnologia utilizada pelos principais fabricantes do mundo, permitindo-lhes reforçar a sua eficácia de marketing e geração de novos prospectos de vendas.”

E Rob Zesch, presidente e COO da CADENAS PARTsolutions , completa,salientando a importância desta parceria para o mercado. “CADENAS PARTsolutions viu uma oportunidade de crescimento para a nossa suíte de produtos no Brasil.A produção e exportações estão crescendo, e as empresas estão procurando maneiras inovadoras para melhor servir os seus clientes existentes, bem como métodos para atingir um público mais amplo em todo o mundo. O Radar Industrial, em parceria com a CADENAS PARTsolutions, pode oferecer aos fabricantes Sul-Americano uma tecnologia de ponta e mundialmente comprovada para ajudá-los a alcançar mais clientes e expandir seus negócios.”

Acesse e conheça a ferramenta: http://radarindustrial.partcommunity.com/portal/portal/radarindustrial

TAGS: , , , , ,

Deixe seu comentário

0

Equipamento facilita montagem de paletes


Um Selecionador de Camadas para paletes inovador foi o lançamento da Saur na Cemat 2013. A empresa apresentou o modelo de Selecionador de Camadas Layer Picker, que diminui o trabalho manual e aumenta a produtividade no manuseio de mercadorias em armazéns e centros de distribuição com paletes de cargas mistas. “Projetamos um Selecionador de Camadas que não conta com as buchas que são usuais nesse sistema, mas que têm a tendência de se desgastar e prejudicar o alinhamento na hora do operador pegar as camadas para fazer o palete”, explica Enio Heinen, gerente de exportação da Saur.

Segundo ele, esse modelo pode ser adequado ao que o mercado vem exigindo ultimamente. “As placas de contato tem regulagem, o que é um diferencial porque no Brasil cada fábrica tem um tipo diferente de embalagem, então é necessário oferecer um equipamento que tenha um ajuste fino para não soltar a carga. Logo, a regulagem se adequa ao tipo de embalagem que for carregar”, observa o gerente de exportação da Saur.

Com o Layer Picker, as empresas poderão atender aos clientes que, cada vez mais, estão diversificando cada vez mais os pedidos de bebidas engarrafadas. “Os paletes neste tipo de Selecionador de Camadas são facilmente montados. E agora, a tendência nesse mercado é exigir diferentes tipos de bebidas das fábricas de uma só vez. Fica mais fácil montar paletes com marcas e tipos diferentes de bebidas usando o Selecionador de Camadas Layer Picker. O nível de dificuldade que é se montar um palete de marcas diferentes de bebidas é tanto que o pessoal está fazendo manualmente”, afirma Heinen.

O Layer Picker tem capacidade de alcançar produtividade de até 2 mil caixas/hora.

TAGS: , , ,

Deixe seu comentário

0

Porta da Hormann se distingue pela rapidez ao abrir e fechar


A Porta Rápida Espiral é a novidade da Hormann para esta Cemat. A empresa desenvolveu um modelo de porta rápida com velocidade de abertura de 3m/s e altura de 6 m. “É uma peça produzida sob medida e que é importada da Alemanha. É um modelo que não exige manutenção. É um modelo exclusivo da Hormann”, explica Daniel Graciano, gerente de vendas da Hormann.

Segundo ele, a porta abre e fecha em 5 segundos. “Não existe porta tão rápida no mercado. É uma porta ideal para indústria automotiva e química, por exemplo, por causa da sua vedação e velocidade de abertura, ou seja, tudo que exige estanqueidade e controle de partida”, afirma o gerente de vendas da Hormann.

Áreas de fluxo de pessoas, empilhadeiras, indústria alimentícia são alguns dos setores aconselháveis para receber a tecnologia. “São setores que precisam de segurança de entrada e saída”, atesta Graciano.

TAGS: , , , ,

Deixe seu comentário

BUSCA

CATEGORIAS

SOBRE O BLOG INDUSTRIAL

O Blog Industrial acompanha a movimentação do setor de bens de capital no Brasil e no exterior, trazendo tendências, novidades, opiniões e análises sobre a influência econômica e política no segmento. Este espaço é um subproduto da revista e do site P&S, e do portal Radar Industrial, todos editados pela redação da Editora Banas.

TATIANA GOMES

Tatiana Gomes, jornalista formada, atualmente presta assessoria de imprensa para a Editora Banas. Foi repórter e redatora do Jornal A Tribuna Paulista e editora web dos portais das Universidades Anhembi Morumbi e Instituto Santanense.

NARA FARIA

Jornalista formada pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas), cursando MBA em Informações Econômico-financeiras de Capitais para Jornalistas (BM&F Bovespa – FIA). Com sete anos de experiência, atualmente é editora-chefe da Revista P&S. Já atuou como repórter nos jornais Todo Dia, Tribuna Liberal e Página Popular e como editora em veículo especializado nas áreas de energia, eletricidade e iluminação.

ARQUIVO

Rodada 10 faturamento Perspectivas negócios infraestrutura máquinas exportação IBGE importação PIB CNI Revista P&S Pesquisa Evento máquina inovação Feira Internacional da Mecânica Artigo meio ambiente Investimento FIESP sustentabilidade Lançamento máquinas e equipamentos mercado tecnologia Economia Feimafe Feira indústria