Visite o site da P&S Visite o site do Radar Industrial Visite o site da Banas Ir para página inicial RSS

0

imagem_release_406964A Festo, multinacional alemã do mercado de automação industrial, participa entre os dias 18 e 23 de maio, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, da 15ª edição da FEIMAFE – Feira Internacional de Máquinas-Ferramenta e Sistemas Integrados de Manufatura.

No evento, que pretende receber este ano aproximadamente 70 mil visitantes e é um dos principais do setor de máquinas-ferramenta e controle de qualidade na América Latina, a Festo irá apresentar alguns dos seus mais recentes lançamentos para o segmento, entre outras novidades.

Produtos e Serviços

Entre seus lançamentos, a empresa apresentará produtos desenvolvidos para a segurança de operadores e que zelam pela integridade do sistema, como a Válvula MS6-SV-D. O produto proporciona alimentação rápida e segura, bem como a despressurização suave em sistemas pneumáticos. Sua alimentação progressiva combinado com seu escape rápido garantem uma alta performance na válvula e um contínuo monitoramento de suas funções. A válvula MS6-SV-D pode ser utilizada em aplicações que necessitem de um alto nível de segurança, graças ao seu circuito redundante.

Outra solução que estará presente é o Sensor de visão SBSI. O lançamento, que pode ser utilizado nos mais diversos segmentos industriais, desde alimentos e bebidas até o automotivo, é capaz de realizar sensoriamentos complexos e precisos de maneira simples e econômica. O produto possui fácil parametrização, permitindo que o setup seja feito em torno de 30 minutos e que reduz o período não produtivo do cliente.

Soma-se a eles o Módulo de Eficiência Energética MSE6-E2M, novo componente da Série MS, se destaca por contribuir com a eficiência energética do cliente ao reduzir o consumo de ar comprido em até 20%. O produto, formado por uma válvula de abertura e fechamento, módulo de rede Profibus e sensores de pressão e vazão, detecta vazamentos na linha e faz o monitoramento dos parâmetros mais relevantes de otimização de energia, como taxa de vazão, pressão e consumo de ar comprimido.

Para estudos de redução de consumo de energia, melhoria de performance, análise parcial ou total da geração, distribuição e utilização do ar comprimido, a Festo apresentará na feira o serviço de Energy Efficiency, desenvolvido para garantir a eficiência da linha de produção e ganhos de produtividade.

Os visitantes também poderão conferir todos os serviços oferecidos pela Didactic, braço educacional da Festo, que recentemente adquiriu a Lab-Volt, maior especialista mundial em equipamentos e soluções em treinamentos técnicos e educação continuada. Durante o período de realização da FEIMAFE, a Festo oferecerá condições especiais para seus alunos na aquisição de novos cursos da empresa.

Stars in Pneumatic

A Festo vai aproveitar sua participação na FEIMAFE para divulgar iniciativa mundial que vem realizando desde o primeiro semestre de 2014 entre seus clientes.

No catálogo de produtos da empresa agora há uma ampla gama de soluções sinalizada com uma estrela azul. O símbolo identifica que esse produto estará disponível para pronta-entrega em todas as demais filiais da empresa no mundo, dando ao cliente a certeza e a segurança de poder contar com tal produto, mesmo se o equipamento for adquirido no exterior.

Ao todo são aproximadamente 3000 produtos identificados, tanto no catálogo físico como no online, nas linhas de atuadores, válvulas, sensores, tubos, conexões e produtos e acessórios para tratamento de ar.

 

TAGS: , ,

Deixe seu comentário

0

feimafeEmpresas atendem ramos tão diversos como alimentício, implementos rodoviários ou outras indústrias de base que necessitam de máquinas-ferramenta de alta tecnologia.

Uma das principais características das empresas expositoras da próxima Feimafe – Feira Internacional de Máquinas-Ferramenta e Sistemas Integrados de Manufatura, que acontece de 18 a 23 de maio, é a versatilidade para atender diversos ramos da indústria nacional e internacional.

A expositora Powermig, por exemplo, trabalha com duas marcas em dois segmentos diferentes, explica Patricia Zucco, analista de Marketing da empresa. “Com a Panasonic, oferecemos máquinas de soldagem. Com a ABB, temos soluções de processos de manipulação, ou seja, robôs para diversas aplicações. Ele pode pintar, usinar, cortar, paletizar, além de também poder ser aplicado às empresas do ramo alimentício. Se dividíssemos nossos clientes por segmento, os maiores seriam: implementos rodoviários, automobilístico, equipamentos agrícolas, equipamentos para construção e moveleiro”.

Ela diferencia também os produtos para o segmento de implementos rodoviários. “Geralmente os equipamentos são personalizados. Isso se deve à alta robustez das peças, e sua complexidade de processos. Em 2013, desenvolvemos uma célula robotizada com 36 metros de comprimento e quatro estações de soldagem, com robôs na posição sobre-cabeça”.

Já a Ergomat possui o torno TNG 32, equipamento compacto desenvolvido especialmente para atender o segmento de peças, tradicionalmente fabricadas em tornos a cames (parte de uma roda ou eixo giratório). “Por ser uma máquina CNC, o torno TNG 32 permite preparação extremamente rápida: primeiro, devido ao comando CNC de fácil programação e segundo por permitir o uso de blocos porta-ferramentas pré-ajustáveis de troca rápida. Características que faltavam para atender este segmento, explica Aline Ferreira, Marketing e Comunicação da empresa.

Serviço:

15ª Feimafe – Feira Internacional de Máquinas-Ferramenta e Sistemas Integrados de Manufatura

Data: 18 a 23 de maio de 2015

Horário: 2ª a 6ª feira das 10h às 19h – sábado das 9h às 17h

Local: Pavilhão de Exposições do Anhembi

www.feimafe.com.br

 

 

TAGS: , , , ,

Deixe seu comentário

0

141106135148_feimafeO caminho para o fortalecimento da indústria de máquinas é mesmo a exportação. Essa é a análise de Henry Goffaux, presidente da Câmara Setorial de Máquinas-Ferramenta e Sistemas Integrados de Manufatura da Abimaq. O executivo faz uma previsão dos aspectos positivos do mercado de bens de capitais, que tem na 15ª Feimafe – Feira Internacional de Máquinas-Ferramenta e Sistemas Integrados de Manufatura seu maior e principal encontro na América Latina, de 18 a 23 de maio de 2015.

Para o executivo, a alta do câmbio em relação ao dólar pode ser um dos principais estímulos para a competitividade do Brasil no mercado internacional. “Com esse aumento o interesse em exportar voltou. Então, esse câmbio traz dois benefícios: encarece o produto importado e melhora nossa competitividade nas exportações. Não adianta chorar por conta do mercado interno. Aqui, estamos sempre à mercê de investimentos estatais, quando esses vêm”. Mas Goffaux também atenta para movimento interno aquecido pela atualização do parque industrial. “Acredito sim na substituição de máquinas mais velhas. Através de planos como nosso Modermaq, isso pode ser um impulso importante para alcançarmos novamente produtividade”.  O Modermaq é uma modalidade do Finame que permite financiamento de até 90%.

Com esse cenário em vista, Goffaux exalta a importância da Feimafe para o segmento de bens de capitais. “É a feira mais importante de máquinas-ferramenta de toda América Latina. Por isso, esperamos que os empresários se animem para investimentos. Hoje aumento de eficiência e produtividade são grandes desafios, e isso passa pelos meios produtivos mais modernos, máquinas mais precisas, conectadas, etc”.

Exportações foram importantes para indústria em 2014

Pelos dados da Abimaq, de janeiro a julho do ano passado, o faturamento bruto do setor somou R$ 40,68 bilhões. Esse montante é 14,5% menor que o de igual período de 2013. Contudo, no mesmo período, as exportações foram de US$ 7,86 bilhões, aumento de 18,2%. De janeiro a julho de 2014, as vendas para fora do país foram 44,6% do faturamento total do setor, acima da média histórica de 32%. Remessas para os Estados Unidos aumentaram impressionantes 47,8% até julho, em relação a 2013. Para Europa, a alta foi de 32,5%. Para a América Latina, houve recuo de 5,7%.

Serviço

15ª Feimafe – Feira Internacional de Máquinas-Ferramenta e Sistemas Integrados de Manufatura

Data: 18 a 23 de maio de 2015

Horário:  2ª a 6ª feira das 10h às 19h – sábado das 9h às 17h

Local: Pavilhão de Exposições do Anhembi

Mais informações: www.feimafe.com.br

 

 

 

TAGS: , , , ,

Deixe seu comentário

0

feimafeEm ano de dificuldades macroeconômicas, indústria de bens de capital registra alta em exportações para Europa (32,5%) e Estados Unidos (47,8%). Resultado pode sinalizar otimismo no parque industrial para próximos anos.

Como ponto de partida de toda a indústria, as máquinas-ferramenta e ferramentas industriais necessitam de constantes renovações e investimentos para quesitos como produtividade e eficiência energética. Trata-se de um dos principais suportes para que a economia do Brasil possa se reestruturar e alcançar a almejada competitividade. Diante desse cenário, a Reed Exhibitions Alcantara Machado organiza e promove em maio de 2015 a 15ª edição Feimafe – Feira Internacional de Máquinas-Ferramenta e Sistemas Integrados de Manufatura, de 18 a 23 de maio no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo.

Liliane Bortoluci, diretora do evento, explica que a feira “é a principal plataforma de negócios na América Latina com foco em máquinas-ferramenta e controle de qualidade. Aqui, reunimos as principais empresas do setor em um ambiente adequado para o relacionamento comercial. Na Feimafe os profissionais desse segmentos terão oportunidade de realizar pesquisas de produtos, serviços e ver tudo isso de perto, funcionando. Além de estar frente a frente com as principais empresas, marcas e lançamentos do setor”. Por isso, a Feimafe é o local mais adequado para criar oportunidade, buscar e disseminar tecnologia. Mais de 90% da feira já está vendida.

 Exportações brasileiras de máquinas registram alta

Dados da Abimaq – Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos – entidade apoiadora do evento, indicam que de janeiro a julho desse ano o faturamento bruto do setor somou R$ 40,68 bilhões. Esse montante é 14,5% menor que o de igual período do ano passado. Contudo, no mesmo período, as exportações foram de US$ 7,86 bilhões, aumento de 18,2%. De janeiro a julho, as vendas para fora do país foram 44,6% do faturamento total do setor, acima da média histórica de 32%.

Remessas para os Estados Unidos tiveram um aumento surpreendente de 47,8% até julho, em relação a 2013. Para Europa, a alta foi de 32,5%. Para a América Latina, houve recuo de 5,7%.

 Dados da última edição

A Feimafe 2013 recebeu 68.170 mil  compradores e profissionais do setor, que tiveram contato com lançamentos e inovações da indústria de bens de capital de 1.466 marcas expositoras que ocuparam os 85 mil m² do Anhembi.

 De acordo com Liliane Bortoluci, diretora da feira, um dos destaques daquela edição foi a presença internacional. “Recebemos 776 marcas nacionais e 690 internacionais, oriundas de países como Alemanha, Estados Unidos, Inglaterra, Itália, entre outros. Isso demonstra a solidez da economia brasileira, e como o mercado internacional está interessado em fortalecer os negócios e as parcerias com o Brasil.”

Em 2013, 79% dos expositores confirmam interesse em renovar a participação para a próxima edição da Feimafe. Ainda, por volta de 69% consideram que a feira proporciona um retorno sobre investimento no longo prazo, devido a quantidade de visitantes e leads realizados durante o evento.

De acordo com pesquisa de visitação da promotora da feira, praticamente metade dos visitantes de poder de recomendar compras ou tomam decisões de aquisição para suas empresas. A Feimafe 2013 contou com visitantes de 78 países e a próxima edição não deve ser diferente em abrangência e interesse gerado em todo o mundo.

 

 

Serviço:

15ª Feimafe – Feira Internacional de Máquinas-Ferramenta e Sistemas Integrados de Manufatura

Data: 18 a 23 de maio de 2015

Horário:  2ª a 6ª feira das 10h às 19h – sábado das 9h às 17h

Local: Pavilhão de Exposições do Anhembi

Av. Olavo Fontoura, 1.209 – Santana – São Paulo – SP

Mais informações: www.feimafe.com.br

TAGS: , , , , ,

Deixe seu comentário

0

Balanço parcial apurado até esta sexta-feira, 7, aponta volume de negócios na faixa de R$ 28 milhões. Até o dia 12, a organização do evento divulga os números finais

A indústria, com ânimo para investimentos de retomada, foi protagonista da FEIMAFE 2013 – 14ª Feira Internacional de Máquinas-Ferramenta e Sistemas Integrados de Manufatura, que termina amanhã no Anhembi, São Paulo. Dentre as empresas que já divulgaram o balanço da participação no evento, até sexta-feira, 7, penúltimo dia de evento, o total de negócios consolidados ultrapassou os R$ 28 milhões. Nos 85 mil m² do Anhembi, os visitantes puderam conhecer lançamentos e inovações da indústria de bens de capital de 1.466 marcas expositoras. Dentre as participantes, 37 foram empresas participando pela primeira vez na FEIMAFE.  De acordo com Liliane Bortoluci, diretora da feira, foi destaque desta edição a participação internacional.  “Recebemos 776 marcas nacionais e 690 internacionais, oriundas de países como Alemanha, Estados Unidos, Inglaterra, Itália, entre outros. Isso demonstra a solidez da economia brasileira, e como o mercado internacional está interessado em negociar com o público brasileiro”, explica.

Foi a melhor edição de todos os tempos” - acredita Alfredo Ferrari, Presidente da Comissão da organização da feira pela Abimaq (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos)  e diretor da Ergomat - a cada edição notamos um crescimento qualitativo de expositores, visitantes e de negócios”. Roberto Ferraretto de Mello, diretor da Mello, aproveita o bom desempenho da empresa na FEIMAFE para apresentar a amplitude de trabalhos efetuados pelas máquinas-ferramenta. “Desenvolvemos uma retificadora plana com capacidade de 850 mm de transversal, única no mundo, a partir de um pedido de um cliente que produz copinhos para brigadeiros e cupcakes. Estamos concretizando vendas na feira todos os dias, incluindo contratos de equipamentos de grande porte. Apostamos na retomada da indústria”.

Essa recuperação da indústria de base também ganha reforço do BNDES. A evolução dos financiamentos do banco federal para o setor de máquinas-ferramenta foi de 50% em relação ao mesmo período do ano passado. A perspectiva é que até o fim do ano os investimentos cheguem a R$ 100 bilhões, 30% a mais que 2012. “Não existe nenhuma economia industrial moderna que possa prescindir da consistência deste setor”, afirmou o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, na abertura da FEIMAFE.  Já a Desenvolve SP, Agência de Desenvolvimento Paulista, firmou 117 acordos operacionais até hoje (7), penúltimo dia de evento.

Outra característica sempre presente na feira confirmou-se mais uma vez: a capacidade de proporcionar para expositores negócios que fazem diferença ao longo do ano. É o que comprova André Chiumento, da Ajan. “Ao final de cada dia de feira, contabilizamos 20 bons contatos. Falo de contatos sólidos, que têm boas chances de virar negócio. Participamos de feiras menores e essa é nossa primeira FEIMAFE que,  posso dizer, é um divisor de águas”. Para Rodolfo José de Souza, diretor da MSL Prensas, o impacto da feira é crucial. “Alavanca 50% da nossa produção anual, o que significa de R$ 7 milhões a R$ 8 milhões”.

Os números parciais da FEIMAFE confirmam também dados de crescimento divulgados pelo IBGE em junho. Segundo o instituto, o crescimento acumulado da indústria de bens de capital em 2013 chegou a 13,4% de janeiro a abril, dado observado na prática quando expositores se impressionaram com o interesse de visitantes na aquisição de máquinas. “Foi uma surpresa – diz Renato Campello, diretor da P/A Brasil - geralmente fazemos apenas contatos, e as vendas se desenrolam no pós-feira. Parece que vai haver uma reação do mercado”. A opinião é compartilhada por Alessandro Penna, gerente da Iscar. “Vendemos na feira, o que não era esperado. Nossa presença foi focada para geração de contatos, e isso também fizemos bastante. Temos muitos negócios projetados para as próximas semanas”.

TAGS: , , , ,

Deixe seu comentário

0

A MELLO S. A. MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS, empresa de São Paulo que produz máquinas-ferramenta para trabalhar metais, atendendo os mercados nacional e internacional, dá foco a Retificadora Plana Tangencial MELLO modelo P812, durante a Feimafe 2013 (No Centro de exposições Anhembi, Em São Paulo, de 03 a 08 de junho de 2013).
A Retificadora Tangencial MELLO apresenta a excelente capacidade de retificação no sentido transversal de 850mm para um curso longitudinal de 1.250mm. Isto vem atender a necessidade do mercado para retificação de moldes onde a largura requerida cada vez é maior.

TAGS: , , , , ,

Deixe seu comentário

0

A IMAG, fundada em 1973, é uma empresa fabricante de viradeiras manuais para chapas, calandras, guilhotinas e prensas viradeiras de diversas capacidades e dimensões, além da linha de fabricação as calandras, guilhotinas e máquinas de dobra e corte.
Nesta edição da Feimafe (de 03 a 08 de junho, no Centro de Exposições Anhembi, em São Paulo,a Imag leva ao estande suas principais máquinas de dobra e corte.
O grande destaque será a Prensa dobradeira sincronizada CNC com mesa compensadora. Uma máquina utilizada para dobras de pequenas a grandes espessuras onde se faz necessária extrema precisão na geometria do processo.

A IMAG, fundada em 1973, é uma empresa fabricante de viradeiras manuais para chapas, calandras, guilhotinas e prensas viradeiras de diversas capacidades e dimensões, além da linha de fabricação as calandras, guilhotinas e máquinas de dobra e corte.
Nesta edição da Feimafe (de 03 a 08 de junho, no Centro de Exposições Anhembi, em São Paulo,a Imag leva ao estande suas principais máquinas de dobra e corte. O grande destaque será a Prensa dobradeira sincronizada CNC com mesa compensadora. Uma máquina utilizada para dobras de pequenas a grandes espessuras onde se faz necessária extrema precisão na geometria do processo.

TAGS: , , , ,

Deixe seu comentário

0

A Dhalmar Bauru Indústria e Comércio de Máquinas, empresa no ramo Metalúrgica, fabricantes de máquinas para conformar e endireitar aços e tubos,marca presença na Feimafe 2013 (03 a 08 de junho, no Centro de Exposições Anhembi).
Com o foco na qualidade dos processos de fabricação e manutenção de máquinas nacionais, importadas e máquinas especiais, a Dhalmar expõe na Feira sua máquina para Conformação de Tubo MODELO DHT 32 S 3D. Esta máquina possui 5 eixos servo controlados que proporcionam movimentação precisa, monitor TouchScreen, simulação da peça em 3D e possibilidade de importação de arquivos.

TAGS: , , , ,

Deixe seu comentário

0

A Andorinha Comercial Ltda. especializou-se em máquinas de serra de fita, máquinas de serra de disco, além das lâminas de serra fita e discos de corte que compõem as máquinas para setor e, após longo período de estudos e pesquisas, iniciou parceria com a Cosen, uma das maiores fabricantes de máquinas de corte do mundo, com mais de 60 modelos entre manuais, semi-automáticas, automáticas e NC.

Para a edição de 2013 da Feimafe( de 03 a 08 de junho, Anhembi, São Paulo), a empresa apresenta a linha Cosen C-TECH de máquinas de serra de fita, com carenagem de proteção ao operador e com o exclusivo sistema V-Drive que permite cortar materiais difíceis como titânio, inox e aços ligados.

TAGS: , , , , ,

Deixe seu comentário

0

Apesar de sancionada ontem e com vetos ainda não divulgados, MP dos Portos prevê grandes investimentos para construção e modernização de estaleiros

A presidente Dilma Roussef sancionou ontem (4) a Medida Provisória dos Portos. Apesar dos trechos vetados ainda não terem sido divulgados pelo Planalto, a expectativa é que o novo texto traga medidas que estimulem investimentos nas áreas portuárias. O principal gargalo desse setor ainda é o escoamento de carga, e sob esse prisma, é de se imaginar que parte considerável dessas novas aplicações privilegie a modernização e construção de novos estaleiros. Esse cenário, apesar de extremamente recente, já se reflete na FEIMAFE 2013, onde empresários do setor de máquinas-ferramenta acreditam no crescimento da demanda do setor naval por seus produtos.

Há dois anos, a Condor iniciou uma joint-venture com a ESAB e até então não fornecia para o mercado naval. Após a parceria, a empresa começou a adaptar sua linha de produtos para atender este segmento e, de lá pra cá, esse nicho já representa 5% do volume de negócios da marca. “Tivemos um crescimento muito rápido nessa área, tendo em vista nosso pouco tempo de atuação. Ainda há muito espaço para preencher e a MP dos Portos veio para aumentar ainda mais essas possibilidades, em proporções que ainda nem conseguimos mensurar”, afirma Dalton Andrade, gerente de vendas e marketing da Condor.

A principal inovação para o setor de estaleiros da marca é a válvula antirretrocesso de chama que impede acidentes e diminui efetivamente os riscos para quem manuseia o maçarico, reduzindo perdas patrimoniais para o estaleiro. Ainda de acordo com Andrade, “a demanda de corte e solda dentro dos estaleiros é específica, pois a central de gás é muito distante e demanda grandes vazões. Não havia nada anteriormente neste mercado que evitasse o retrocesso de chamas, o que gerava muitos acidentes.” A Condor também apresenta máquinas de corte, reguladores, entre outros produtos.

Serviço:

14ª FEIMAFE – Feira Internacional de Máquinas-Ferramenta e Sistemas Integrados de Manufatura

Data: 3 a 8 de junho de 2013
Horário:
Segunda a sexta – das 10h às 19h, Sábado – das 9h às 17h
Local:
Pavilhão de Exposições do Anhembi
Av. Olavo Fontoura, 1.209 – Santana – São Paulo – SP – Brasil
Mais informações em http://www.feimafe.com.br/

TAGS: , , , ,

Deixe seu comentário

BUSCA

CATEGORIAS

SOBRE O BLOG INDUSTRIAL

O Blog Industrial acompanha a movimentação do setor de bens de capital no Brasil e no exterior, trazendo tendências, novidades, opiniões e análises sobre a influência econômica e política no segmento. Este espaço é um subproduto da revista e do site P&S, e do portal Radar Industrial, todos editados pela redação da Editora Banas.

TATIANA GOMES

Tatiana Gomes, jornalista formada, atualmente presta assessoria de imprensa para a Editora Banas. Foi repórter e redatora do Jornal A Tribuna Paulista e editora web dos portais das Universidades Anhembi Morumbi e Instituto Santanense.

NARA FARIA

Jornalista formada pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas), cursando MBA em Informações Econômico-financeiras de Capitais para Jornalistas (BM&F Bovespa – FIA). Com sete anos de experiência, atualmente é editora-chefe da Revista P&S. Já atuou como repórter nos jornais Todo Dia, Tribuna Liberal e Página Popular e como editora em veículo especializado nas áreas de energia, eletricidade e iluminação.

ARQUIVO

seminário Rodada 10 Perspectivas faturamento máquinas negócios infraestrutura exportação IBGE CNI importação PIB Revista P&S Pesquisa Evento inovação Feira Internacional da Mecânica Artigo meio ambiente Investimento sustentabilidade FIESP Lançamento tecnologia mercado Economia máquinas e equipamentos Feimafe Feira indústria